Assine

Animais podem esconder comprometimento da função renal

Muitas vezes, ao ser diagnosticado, pet pode já estar com Síndrome Urêmica

O cuidado das doenças renais é lembrado durante esse mês, conhecido como Março Amarelo. Pensando nisso, a C&G VF, junto com reconhecidos nomes da Nefrologia e Urologia Veterinária, aborda um tema na clínica médica, mas que, na maioria das vezes, pode ser descrito de maneira equivocada: a Síndrome Urêmica (SU). 

A SU é um conjunto de alterações sistêmicas decorrentes do acúmulo de toxinas que não são excretadas adequadamente frente à perda progressiva ou abrupta da função renal, na doença renal crônica (DRC) e insuficiência renal aguda (IRA). Quando esses resíduos nitrogenados estão em quantidade acentuada dentro da corrente sanguínea, causam diversas alterações clínicas, como variações hematológicas, neurológicas, gastrointestinais e outros distúrbios relacionados ao excesso dessas substâncias que deveriam ter sido eliminadas pelos rins. 

Os sintomas apresentados por um animal que tenha essa doença são inúmeros, já que estão descritas mais de 70 manifestações na SU. Eles podem variar de caso a caso, mas, no geral, os mais comuns são: prostração, perda de apetite, náuseas, vômitos, halitose, úlceras na cavidade oral, fraqueza muscular e alterações neurológicas. 

Os profissionais entrevistados dão dicas para obter maior sucesso da estabilização do paciente. Para ler a reportagem completa, acesse a edição de março. 

capamarco
Reportagem está disponível na íntegra, na edição nº 223, em revistacaesegatos.com.br (Foto: C&G VF)

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.