Assine

Atendimento de Sepse deve ser realizado de forma precoce em pets

Rapidez no diagnóstico faz a diferença entre a vida e a morte do animal

Existem cerca de 670 mil casos de sepse em humanos por ano no Brasil, segundo estimativa do Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS, São Paulo/SP). As consequências desta síndrome são responsáveis pelas causas de 16,5% dos atestados de óbitos emitidos, ou seja, em torno de 250 mil casos. Sendo assim, a sepse, hoje, é responsável por mais mortes do que o câncer ou o infarto agudo do miocárdio. 

Se tratando de um grave desafio para a saúde pública humana, a revista Cães&Gatos VET FOOD foi atrás das informações para introduzir este assunto na Medicina Veterinária, que também segue negligenciando esta síndrome. 

Confira a reportagem de capa da edição de abril, aqui

pense em sepse
Leia a reportagem completa na edição nº 212 da C&G VF, em revistacaesegatos.com.br

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.