Assine

Cães devem experimentar sabores adocicados apenas em forma de frutas

Os gatos não possuem a capacidade de sentir o sabor doce

Cientistas afirmam que, em geral, os gatos não se interessam por doces. Na verdade, a preferência do gato é o sabor da proteína animal. Segundo a médica-veterinária e Coordenadora da Comunicação Científica da Equilíbrio, da Total Alimentos (Três Corações/MG), Bárbara Benitez, os felinos, apesar de terem sido domesticados, continuam sendo carnívoros restritos e não consumem doces porque, na verdade, não têm capacidade de sentir esse sabor. 

De acordo, com a revista Scientific American a causa é um gene. Os felinos, inclusive leões e tigres, não têm uma parte do DNA que existe no gene Tas1r2, responsável por gerar proteínas que formam os receptores de doces (localizados na língua dos gatos). 

maca
O homem tem 9 mil papilas gustativas, enquanto os cães têm, aproximadamente, 1706 apenas (Foto: reprodução)

Por isso, os felinos não percebem o sabor doce como humanos e outros mamíferos. “Os tutores sabem que o olfato e tato de seus gatos são mais apurados, mas talvez não saibam que o paladar dos bichanos seja mais restrito. Saber disso, ajuda até no manejo alimentar: o tutor deve oferecer alimentos elaborados com fontes de proteínas de origem animal e sempre evitar doces, que podem causar obesidade e diabetes”, explica Bárbara. 

Já no caso dos cães, como conta o médico-veterinário da Total Alimentos, Marcello Machado, se o consumo desregrado de açúcar pode causar malefícios ao ser humano, o mesmo ocorre com os cães. “O açúcar pode trazer inúmeros problemas, principalmente, obesidade e a rejeição futura de alimentos adequados para a saúde do animal”. Segundo o profissional, os tutores não devem oferecer doces em barras, sejam caseiros ou industrializados, e, principalmente, chocolates.

Apesar disso, os cães podem consumir doce, segundo Machado, desde que seja de uma fonte natural. “Se o tutor pretende oferecer sabores adocicados para os cães, pode optar por frutas, como mamão e maçã, e vegetais como, cenoura e batata-doce. Esses ingredientes, inclusive, já fazem parte da composição de algumas rações, que contêm a quantidade balanceada desses ingredientes”.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.