Assine

Estudo fornece dicas para tutor escolher o pet de estimação

No Dia do Amigo, conheça os benefícios da interação entre animais e humanos

No dia 20 de julho é comemorado o Dia do Amigo e a amizade não precisa se restringir às relações humanas. A frase clichê de que os animais são os melhores amigos do homem nunca foi tão verdadeira. 

amigo
Pesquisas do Waltham apontam que pessoas com animais
de estimação têm respostas fisiológicas mais
saudáveis ao estresse (Foto: reprodução)

Os animais vêm sendo um componente central da vida humana há milhares de anos. Uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, em parceria com o Centro de Pesquisa Waltham (Inglaterra), e o Professor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP, São Paulo/SP), Ricardo Dias, comprovou a conexão emocional dos brasileiros com animais de estimação, aspecto evidenciado pela intenção de 100% dos entrevistados que não possuem pets em ter um, sendo que 90% deles pretendem adquirir um cão e 20% um gato.  

Embora essa relação seja repleta de benefícios, é importante haver muita responsabilidade na tomada de decisão de se ter um animal de estimação, afinal, trata-se de uma vida e do estabelecimento de um vínculo repleto de responsabilidades. 

Um pet fará parte de uma família por anos e, por isso, é importante reservar tempo para pesquisar sobre o animal de estimação que mais se encaixa no estilo de vida e perfil da família, bem como planejar sua chegada e integração. Há quem esqueça que cuidar de um animal exige tempo para oferecer carinho. 

Para auxiliar os tutores a construir essa relação, os pesquisadores destacam algumas dicas sobre posse responsável de um pet: 

Pesquise sobre o animal e veja se ele é compatível com o seu estilo de vida e perfil familiar; 

Considere que o tempo médio de vida de um animal é de 12 anos. Pergunte à família se todos estão de acordo, se há recursos necessários para mantê-lo e verifique quem cuidará dele nas férias ou em feriados prolongados. Não haja por impulso;

Caso já tenha outros animais em casa, apresente o novo morador de forma gradual e fique sempre atento à convivência;

Mantenha o pet sempre dentro de casa, jamais solto na rua;Castre machos e fêmeas. A castração é a única medida definitiva no controle da procriação e não tem contraindicações;

Todo pet precisa de alimentação de qualidade, que leve em conta suas necessidades, e muita água fresca e limpa.  Seu bem-estar também depende de uma boa nutrição;

Cuide da saúde física do animal. Forneça abrigo, alimento, vacinas e leve-o regularmente ao médico-veterinário;

Zele, também, por sua saúde psicológica. Dê atenção, carinho, ambiente adequado e reserve um momento do dia para as brincadeiras.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.