Assine

Existem soluções nutricionais para cada sensibilidade do gato?

Certos nutrientes contribuem para que pele e a pelagem sejam saudáveis

Msc MV Luciana Peruca

Coordenadora de comunicação científica

Royal Canin do Brasil 

As sensibilidades de pele e pelagem, tendências à formação de bolas de pelos (tricobezoares) e predisposição ao ganho de peso são causas frequentes de visitas ao médico-veterinário. Associar o manejo nutricional ao convencional, nesses casos, é importante para a melhora do quadro clínico geral e auxílio na manutenção da saúde do animal.

Sensibilidade de pele e cuidado com a pelagem

A seguir, há alguns nutrientes fundamentais na alimentação do gato para que a pele e a pelagem se mantenham saudáveis:

  • Proteína e aminoácidos: os requerimentos proteicos diários para a renovação celular cutânea e crescimento do pelo são estimados em 30% da ingestão diária de proteína. A primeira consequência da deficiência de proteína é uma diminuição do diâmetro do pelo e no tamanho de sua raíz.
  • Ácidos graxos: desempenham um papel crítico na pele e pelagem. Além disso, uma das formas de verificar a deficiência dessas substâncias em gatos é pela má condição da pele e da qualidade do pelo.
  • Vitaminas: A, H, E e as do complexo B estão envolvidas na integridade da pele e boa qualidade do pelo.
  • Minerais: zinco (manutenção da saúde da pele e pelagem) e cobre (responsável pela pigmentação do pelo) são minerias importantes para a manutenção de uma pele saudável.

Tendência ao ganho de peso

Uma grande parte dos gatos, atualmente, apresenta tendência ao ganho de peso. A alimentação de um gato predisposto ao ganho de peso deve ser nutricionalmente específica, com níveis adequados de proteína e fibra que geram saciedade, menor velocidade do consumo alimentar com subsequente aumento na digestibilidade, além de apropriada ingestão calórica. O manejo alimentar deve, em princípio, seguir rigorosamente a tabela de racionamento presente na embalagem do alimento industrializado e o fracionamento adequado.

bolas de pelos
A formação de bolas de pelos no trato digestório é comum em gatos (Foto: reprodução)

Tendências à formação de bolas de pelos (tricobezoares)

A formação de bolas de pelos no trato digestório é comum em gatos. O foco nutricional deve ser evitar que essas bolas de pelos sejam formadas. Assim, para colaborar com a eliminação dos pelos ingeridos por meio da excreção, o alimento deve ser composto por fibras solúveis (Psyllium) e insolúveis (celulose).

Sensibilidade gastrintestinal

Alguns gatos têm sensibilidade digestiva que levam às fezes moles e diarreicas e essa sensibilidade requer um alimento de elevada digestibilidade. A quantidade de alimento, formato do croquete, frequência de alimentação e composição da dieta são importantes fatores que influenciam na função gastrintestinal.

Algumas sensibilidades em gatos podem ser minimizadas com o suporte nutricional. Assim, associação do tratamento médico de rotina com o manejo nutricional adequado deve ser estabelecida caso a caso, de acordo com as particularidades de cada paciente.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.