Assine

Gatos de meia idade a idosos são mais acometidos pelo HAP

Hiperaldosteronismo primário não apresenta predisposição a raças

O hiperaldosteronismo primário (HAP), também conhecido como Síndrome de Conn, é uma endocrinopatia definida pela secreção excessiva e autônoma do hormônio aldosterona pela zona glomerulosa da glândula adrenal. Fisiologicamente, a secreção de aldosterona é regulada principalmente pelo sistema renina-angiotensina (SRA) e pela concentração de potássio sanguíneo. O primeiro hormônio percursor desse sistema é a renina, secretada pelas células justaglomerulares dos rins quando a diminuição da pressão arterial é detectada pelos barorreceptores renais. 

A renina é responsável pela clivagem do angiotensinogênio, produzido no fígado, em angiotensina I, um peptídeo inativo que será hidrolisado nos rins e convertido em angiotensina II pela enzima conversora de angiotensina (ECA). A angiotensina II possui efeito de vasoconstrição periférica e estimulação da secreção da aldosterona. 

Confira mais na edição deste mês da C&G VF. Clique aqui.

felinos hiperaldos

Leia o artigo completo na edição nº 213 da C&G VF, em revistacaesegatos.com.br

Veja a bibliografia utilizada pelos autores.

AMBRÓSIO, A. F. B. Hiperaldosteronismo primário felino: estudo restrospetivo. Universidade de Lisboa. Lisboa, 2014. 

BENTO, D. D.; ZAHN, F. S.; DUARTE, L. C.; MACHADO, L. H. A. Feline Prymary hyperaldosteronism: an emerging endocrine disease. Ciência Rural, v. 46, n. 4, p. 686-693. Santa Maria, 2016 

CONNEL, J. M. C.; MACKENZIE, S. M.; FREEL, E. M.; FRASER, R.; DAVIES, E. A life time of aldosterone excess: long-term consequences of altered regulation of aldosterone production for cardiovascular function. Endocrine Reviews, 29(2), 133–154, 2008. 

DJAJADININGRAT-LAANEN, S.; GALAC, S.; KOOISTRA, H. Primary hyperaldosteronism: expanding the dianostic net. Journal of Feline Medicine and Surgery, v. 13(9), p. 641-640, 2011. 

GALAC, S; REUSCH, C. E.; KOOISTRA, H. S.; RIJINBERK, A. Clinical endocrinology of dogs and cats: an illustrated text. P. 93-154. Hannover: Schlutersch. 2ª edição: 2010. 

JEPSON, R. Feline systemic hypertension: classification and pathogenesis. Journal of feline medicine and surgery, v. 13, n. 01, p. 25-34. Janeiro, 2011. 

REUSCH, C. E.; SCHELLENBERQ, S.; WENGER, M. Endocrine hypertension in small animals. Veterinary Clinics of North America: Small Animal Practice, v. 40, p. 335-352. 

SCHULMAN, R. L. Feline Primary Hyperaldosteronism. Veterinary Clinics: Small Animal Practice, v. 40, p. 353-359. Los Angeles, 2010.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.