Assine

Grupo de Diretrizes de Vacinação da WSAVA realiza visita ao Brasil

México será o próximo País a receber a equipe, em 2018

O Grupo de Diretrizes de Vacinação (VGG), da Associação Veterinária Mundial para Animais de Pequeno Porte (WSAVA), concluiu uma série de reuniões e sessões de Educação Continuada (EC) no Brasil, estando a meio caminho de seu projeto de três anos para aprimorar os níveis de conhecimento sobre doenças infecciosas na América Latina e aconselhar os médicos-veterinários sobre as “boas práticas” em vacinação. 

A visita do VGG ao Brasil, que ocorreu durante o mês de agosto, foi centralizada em São Paulo (SP) e no Rio de Janeiro (RJ). Os membros do Comitê, incluindo seu Presidente, o Professor Emérito Michael Day, realizaram reuniões com os líderes de associações, acadêmicos, profissionais veterinários líderes de opinião e veterinários da indústria. Eles também visitaram clínicas em ambas as cidades. Para apoiar a educação veterinária, realizaram dois eventos de educação contínua de meio dia, com o comparecimento de 280 veterinários. O evento no Rio de Janeiro foi transmitido ao vivo pelo Facebook, alcançando mais 400 veterinários no dia da transmissão e o dobro deste número durante os dias imediatamente posteriores.  

visita
Nos últimos 10 anos, a VGG publicou três
conjuntos de diretrizes globais de vacinação
para veterinários (Foto: divulgação)

O VGG desenvolve recomendações relevantes globalmente para a boa prática na vacinação de cães e gatos. Ele criou as Diretrizes de Vacinação da WSAVA, cuja versão mais recente foi divulgada no início de 2016. A WSAVA representa mais de 200 mil veterinários do mundo todo, por meio de 105 associações-membros, e tem como foco o aprimoramento da assistência clínica dos animais de estimação. Uma de suas atividades centrais é o desenvolvimento das Diretrizes Globais da WSAVA em áreas fundamentais da prática veterinária, incluindo a vacinação. Essas diretrizes têm como objetivo apoiar os veterinários, estabelecendo padrões de cuidados e recomendando as melhores práticas em cada área. 

Comentando a visita, o Professor Day declarou: “Os veterinários brasileiros estão acostumados ao princípio da revacinação anual de cães e gatos com produtos multicomponentes, mas aqueles com os quais conversamos ficaram animados com os novos conceitos de vacinação menos frequente e individualizada, incorporada ao pacote de cuidados de saúde preventivos para os animais de estimação. As doenças infecciosas preveníveis por vacina continuam altamente prevalentes no Brasil, com a importância adicional da leishmaniose visceral canina como uma doença zoonótica significativa. Aumentar a imunidade dos animais, melhorando a cobertura da vacinação, é uma importante meta para a comunidade veterinária brasileira”. 

A visita contou com o apoio da MSD Saúde Animal (São Paulo/SP) e a parceria foi comentada pelo professor: “Os colegas da MSD trabalharam nos bastidores para assegurar que nosso programa científico independente corresse impecavelmente no Brasil”.  

Durante o ano de 2016, o VGG conduziu um programa de atividades similar na Argentina e, em 2018, visitará o México e conduzirá a pesquisa on-line em nove outros países membros da WSAVA na região. Um relatório oficial final sobre as conclusões do projeto do VGG será preparado para publicação durante o ano de 2019. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.