Assine

Hábito dos gatos de deixar ração na beira dos potes tem uma explicação

Comportamento está relacionado à sensibilidade de seus bigodes
bigodepote
Ao todo, são 12 pelos principais de cada lado do
focinho, com raízes profundas e uma série de
terminações nervosas (Foto: reprodução)

Um dos comportamentos dos gatos que, provavelmente, já chamou a atenção da maioria dos tutores é o hábito de deixar ração na beira do pote. Embora os gatos sejam conhecidos por ter uma personalidade própria, este comportamento vai muito além de uma simples escolha e tem relação com a sensibilidade do bigode. 

Os bigodes do felino dão um charme todo especial, mas a sua função vai muito além da aparência. Segundo o veterinário da Max Cat, da Total Alimentos (Três Corações/MG), Marcello Machado, eles são pelos sensoriais de orientação e possuem alta sensibilidade, podendo captar movimentos pela vibração do ar. 

Ao todo, são 12 pelos principais de cada lado do focinho, com raízes profundas e uma série de terminações nervosas. “A capacidade de captar movimentos por ondas sonoras é o que permite que os felinos se movimentem com precisão e é devido à sensibilidade dessa área que os gatos deixam toda a ração que fica na beira do pote”, explica Machado. Isso porque eles evitam qualquer situação que possa mexer com os bigodes. Não é nada agradável ficar amassando-os nas laterais do pote para pegar os grãos de ração que ficam ali. 

Quando o gato deixa de se alimentar. Entender essa curiosidade sobre gatos é importante não apenas para conhecer melhor a espécie, mas, também, para saber até que ponto esse comportamento é normal e quando se torna prejudicial ao animal. 

Segundo o profissional, essa questão se torna um problema quando o gato começa a ter dificuldades para se alimentar ou até mesmo não comer. “Muitas vezes, o animal fica irritado e o momento da refeição vira sinônimo de estresse. Para tentar resolver o problema, é preciso trocar o pote de ração por um que facilite o acesso ao alimento”, orienta o veterinário. 

Machado afirma que, se mesmo depois de trocar o pote e oferecer uma ração atrativa ao animal, como a Max Cat, o pet continuar apresentando dificuldades para comer, será preciso procurar um veterinário para ter orientações mais detalhadas sobre o felino. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.