Assine

Internação pode ser algo necessário para o tratamento dos animais

Cuidados simples dentro da clínica podem salvar vidas de cães e gatos

Muitas vezes, a ida ao veterinário pode trazer uma nova situação: a necessidade do pet ser internado para avaliação e recuperação. Para muitos tutores, isso pode trazer grande aflição, pois, para eles, a internação é sinônimo de problemas sérios de saúde. 

No entanto, o sócio proprietário e diretor da UTI da clínica veterinária Canne & Gatto (Rio de Janeiro, RJ), Guilherme Monteiro, explica que a internação dos pacientes é indicada sempre que houver a impossibilidade de se tratar o doente em casa. “Muitos pacientes não estão aptos a receber apenas medicamentos por via oral, necessitando de cuidados mais específicos na condução do tratamento, que inclui medicamentos injetáveis e, principalmente, monitoração do estado clínico do paciente”, explana. 

Ainda segundo ele, alguns cuidados simples com a internação podem trazer melhorias a saúde do animal e salvar vidas. “Como higiene rigorosa, tanto da equipe da internação como dos tutores na hora das visitações, controle de peso diário, controle diário das drogas prescritas no tratamento, acompanhamento clínico e laboratorial, entre outras atividades, podem fazer toda a diferença na condução do caso e, com isso, otimizar o tratamento e antecipar a alta do paciente”, detalha. 

Monteiro comenta que, quando o assunto é manejo do paciente, cães e gatos necessitam de manuseios diferentes. “Os felinos ficam muito mais arredios quando estão em um mesmo ambiente que os cães. Desta forma, seu tratamento fica mais complicado, pois o estresse que os gatos sofrem com esta convivência forçada eleva seus níveis de cortisol e, com isso, dificulta a sua recuperação. É muito comum que os gatos internados já se mostrem pouco interessados por alimentos. Com o estresse elevado a inapetência pode ainda ficar pior”, expõe. 

Leia a reportagem completa nesta edição da C&G VF. 

cmuti
A reportagem está disponível na íntegra em revistacaesegatos.com.br (Foto: C&G VF)

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.