Assine

Investimento em conteúdo científico é o principal foco do CBA 2018

Grade, recheada de palestras, atraiu mais de 4 mil congressistas ao evento

Cláudia Guimarães, do Rio de Janeiro (RJ)

claudia@ciasullieditores.com.br

Boa organização, excelente conteúdo científico, grande número de inscritos circulando entre congresso e feira, entre outros elogios, são, frequentemente, presenciados nos corredores do 39º Congresso Brasileiro da Anclivepa (CBA), que ocorre no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro (RJ), desde o dia 06 de junho, se encerrando hoje (08).

organizadorescba
Julianelli e Duarte reuniram seus conhecimentos
sobre eventos e somaram forças para
essa edição (Foto: C&G VF)

Mais de 4 mil inscritos participam do evento, de acordo com um dos organizadores, José Carlos Julianelli. “Por conta de toda essa insegurança instalada na cidade, estávamos apreensivos em relação à participação dos profissionais. Teve um período em que tivemos alguns cancelamentos, porque as pessoas estavam com medo de virem pra cá, mas superamos isso. Também houve a greve de caminhões, onde o caminhão da montadora ficou parado em bloqueio e poderia ter atrasado a montagem, entre outros materiais, que precisávamos de transportadora para trazer até aqui. Mas demos nosso jeito para que tudo saísse da melhor maneira possível”, expõe.

A união, realmente, faz a força, segundo o também organizador do CBA, Sidnei Duarte que comenta a parceria com Julianelli para essa edição: “A experiência em anos de evento traz aprendizados bons e ruins, para repetirmos ou aperfeiçoarmos nas próximas edições. Não existe evento 100% perfeito. Costumo dizer que nós somos trapezistas sem rede embaixo. O que fazemos é um show vivo, que tem variáveis internas e externas capazes de fazer com que não dê certo, mas sempre fazemos dar”, garante.

Like no conhecimento. Os assuntos debatidos nas salas de palestras têm chamado atenção dos participantes. Diante de uma vasta programação, que inclui apresentações sobre nutrição, cardiologia, reprodução, cirurgia, marketing, oncologia, entre inúmeros assuntos da área de pequenos animais, as principais causas de aborto e morte neonatal em cães e gatos foram discorridas pela professora da Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia, da Universidade Federal de Goiás (UFG, Goiânia/GO), Kellen de Sousa Oliveira. Ela explicou que aborto é uma descontinuação da prenhez ou gestação, que resulta na morte do feto com ou sem sua expulsão. "Natimorto é o termo que define qualquer filhote nascido morto, incluindo filhotes mumificados e aqueles totalmente desenvolvidos que morreram antes do nascimento", explanou.

E, como nem só de atendimento clínico se faz um médico-veterinário, a programação incluiu uma palestra sobre estratégias de marketing, para aqueles profissionais que têm ou desejam abrir seu próprio negócio, se tornando um empreendedor. A especializada em marketing veterinário e agromarketing, Karina Costa, disse que uma das principais coisas que o veterinário deve ter e passar para a equipe, para que chegue ao cliente, é segurança, que é a necessidade mais relevante de quem adquire algum serviço. "Os principais clientes de um hospital ou de uma clínica é o veterinário, pois, se esse profissional não estiver lá dentro, não existirão pacientes", afirmou. Os clientes se sentem bem com o tratamento que seus pets recebem, como mencionado por Karina. "Todos avaliam a forma como são tratados como pessoas e não pelo modo que são tratados por suas patologias", defende.

O profissional Marco Antônio Gioso explicou os motivos pelos quais os médicos-veterinários apresentam taxa de suicídio maior que a população geral. "A pessoa já tem uma doença psiquiátrica, possuir uma atitude mental forte, mas unindo as pressões internas e externas pode ser um dos fatores de causa de pressão, que afeta o seu bem-estar, podendo atingir até estresse, bornout, síndrome de ansiedade, chegando na depressão", declarou. Gioso ainda disse que existem pessoas que lutam diante das dificuldades, outros fogem e outros paralisam. "A satisfação no cargo é função de conteúdo ou atividades desafiadoras e estimulantes na profissão. Isso agrega fatores motivadores", definiu.

palestragioso
Foram ministradas apresentações sobre nutrição, cardiologia, reprodução,
cirurgia, marketing, entre outros diversas áreas (Foto: C&G VF)

Eventos paralelos. Além da extensa programação do CBA, ocorrem, em diferentes horários, encontros sincrônicos sobre diversos assuntos. A C&G VF acompanhou o minicurso sobre homeopatia, organizado pela Associação Brasileira de Homeopatia Veterinária (AMVHB, São Paulo/SP).

A especialista em homeopatia e sócia-proprietária do HD Science, Cidéle Coelho, declarou que não existe diferença da homeopatia humana para a Veterinária, tanto que os cursos são mistos para veterinários, farmacêuticos, dentistas e médicos. “É importante saber, também, que a homeopatia foi a primeira especialidade da área Veterinária reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV, Brasília/DF)”, frisou.

A manhã do segundo dia do Congresso foi marcada pela cerimônia de apresentação da Sociedade Brasileira de Geriatria Veterinária (SBGV). O presidente, Enore Augusto Massoni, apresentou a diretoria aos presentes e falou um pouco sobre a SBGV. "Idealizamos a Sociedade em novembro de 2017 e somos formados por profissionais de vários Estados do Brasil. Nosso objetivo é unir os veterinários e estudantes interessados na área da geriatria veterinária. Além disso, queremos organizar cursos, simpósios e congressos e, também, buscar o reconhecimento da geriatria como especialidade junto ao CFMV", declarou.

A próxima edição do CBA será em Brasília (DF) e a de 2020 será sediada em Maceió (AL). Além dessas revelações, os organizadores do evento compartilham mais uma: “Também para 2019, estamos elaborando o maior congresso internacional no Nordeste, em João Pessoa (PB). Será um novo congresso, com apoios internacionais e nacionais, nessa região que é carente de informações, já que os eventos acontecem mais no sudeste, sul e centro-oeste”, afirma.

Disponíveis no mercado. A feira de expositores, também paralela ao congresso, reuniu diversos participantes em seus corredores e estandes das principais marcas e empresas do setor de animais de companhia. Lançamentos, reforço de marca, estratégias, conteúdo e fortalecimento de relacionamentos foram os principais objetivos das companhias no evento, que, além de venderem produtos, querem conhecer de perto as necessidades dos médicos-veterinários.

Confira as principais participações no evento:

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.