Assine

Associação alerta benefícios da alimentação correta para gatos

Declaração de Consenso analisa comportamento, ambiente e alimentação do pet

A alimentação adequada é de extrema necessidade para o bem-estar animal, com isso a The American Association of Feline Practitioners (AAFP), com foco no cuidado de felinos, divulgou uma Declaração de Consenso, onde auxilia médicos-veterinários e tutores em como alimentar seus gatos e os benefícios da ação, quando realizada da maneira correta.

Por meio do "Programas de Alimentação Felina: Atendendo às Necessidades Comportamentais para Melhorar a Saúde e o Bem-Estar do animal", publicado no "Journal of Feline Medicine and Surgery", foram explorados os problemas médicos, sociais e emocionais que resultam da maneira em que a maioria dos gatos é alimentada. A declaração se concentra em como alimentar, já que de acordo com o estudo, esse é um aspecto frequentemente negligenciado na saúde dos felinos.

"Atualmente, a maioria dos gatos de estimação é alimentada em um local comum/rotineiro ou recebe até duas refeições grandes ​​diariamente. Além disso, muitos desses pets têm pouca estimulação ambiental, e comer pode se tornar uma atividade por si só" diz o presidente da Declaração de Consenso, Tammy Sadek.

De acordo com ele, o tipo atual de processo alimentar não atende às necessidades comportamentais dos gatos. Os programas de alimentação apropriados precisam ser personalizados para cada família e devem incorporar as necessidades de todos os gatos para brincar, predar e um local para comer e beber onde se sintam seguros.

“Permitir que os gatos exibam esses comportamentos alimentares normais regularmente pode ajudar a aliviar ou prevenir problemas relacionados ao estresse ou  à obesidade, como inatividade e excessos. Reduzir o estresse com programas de alimentação adequados também pode ajudar gatos ansiosos, que na tentativa de evitar outros animais domésticos, podem não acessar a comida com frequência suficiente e perder peso”, complementa.

A Declaração de Consenso tabém oferece estratégias úteis para que os cuidadores de gatos entendam as preferências alimentares e forneçam o ambiente adequado para a alimentação, deixando o felino mais feliz.

A inclusão de ofertas de pequenas refeições, por meio de alimentadores de quebra-cabeças, forragem (alimentos em locais diferentes), a diversificação de pontos dos comedouros, são ações recomendadas pelos estudiosos, que também afirmam que  os profissionais e clientes veterinários precisam trabalhar juntos para desenvolver e implementar um programa de alimentação seguro e eficaz que otimize a saúde e o bem-estar físico e emocional de cada gato.

Os tutores preocupados com o peso e a saúde do animal deve procurar orientação do seu veterinário. Além disso, programas adequados de nutrição e alimentação devem ser sempre discutidos durante o check-up de rotina do pet.

Fonte: Sciencedaily, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.