Assine

Ameaçados de extinção: Situação de insetos preocupa cientistas

Segundo dois novos estudos, mais de meio milhão destes animais estão em risco

Segundo dois novos estudos, mais de meio milhão de insetos estão ameaçados de extinção por intermédio das ações humanas. Pesquisas foram realizadas pelas universidades de Helsinki, na Finlândia, e Stellenbosch, na África do Sul, e envolveram mais de 30 cientistas do mundo todo.

Responsáveis pela polinização das plantas que realizam a manutenção de oxigênio do ar que respiramos e que servem de alimentos,  a situação é mais alarmante para as abelhas, as maiores responsáveis pelo serviço, como afirma as publicações.

De acordo com matéria divulgada pela revista Galileu, os novos artigos deixam claro que a situação é preocupante por diversos fatores: perda de habitat, poluição, práticas agrícolas prejudiciais, espécies invasoras, mudanças climáticas, superexploração e extinção de espécies.

Para tentar reverter tais situações, análises sugerem soluções como reservar parcelas de terra de alta qualidade e administráveis para a conservação desses animais, transformar práticas agrícolas globais para promover a coexistência de espécies e mitigar as mudanças climáticas.

"Embora pequenos grupos de pessoas possam impactar a conservação de insetos localmente, é necessária uma consciência coletiva e um esforço coordenado globalmente para o inventário de espécies, monitoramento e conservação para a recuperação em larga escala", afirmou o professor da Universidade Stellenbosch, Michael Samways. 

Fonte: Galileu, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.