Assine

Após amputação das quatro patas, gato recebe próteses de titânio

Procedimento foi realizado por veterinários e cientistas russos em 2019

Após gato ficar preso na neve e ter suas quatro patas amputadas, equipe de veterinários elaboraram próteses impressas em 3D feitas de titânio para substituir os membros. Animal foi encontrado por caminhoneiro em dezembro de 2018, em Novokuznetsk, na Sibéria.

A gata com cerca de 4 anos, chamada Dymka, estava sofrendo de queimaduras nas patas, orelhas e cauda devido à baixa temperatura da neve, característica dos duros invernos siberianos, o que exigiu que o médico-veterinário Sergei Gorshkov amputasse as partes.

Em publicação da Novosibirsk News, Gorshkov e seus colegas da clínica colaboraram com pesquisadores da Universidade Politécnica de Tomsk (TPU), na Rússia, para criar o conjunto de próteses. Com isso, os cientistas desenvolveram e aplicaram um revestimento feito de fosfato de cálcio para ajudar a moldar os implantes de titânio que foram inseridos e fixados nos ossos das pernas, para minimizar o risco de infecção e rejeição dos implantes. Em meio ao procedimento, os pesquisadores usaram tomografias computadorizadas das patas de Dymka para modelar e depois imprimir em 3D as hastes de titânio.

Após ter recebido os implantes em julho de 2019, inicialmente nas patas dianteiras. No entanto, o vídeo do animal foi divulgado apenas em dezembro, sete meses depois que as próteses foram instaladas. Dymka foi o segundo animal a passar por um procedimento como este, também realizado em Novosibirsk. Para assistir o vídeo, clique aqui.

Fonte: Live Scienci, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOO

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.