Assine

Bem-estar e manejo adequado de répteis evitam possíveis doenças

A qualidade do recinto é um dos pilares para manter a saúde do animal

Répteis ainda são, ao contrário de cães e gatos, animais selvagens que precisam de um habitat específico com parâmetros ambientais que são particulares de cada espécie. Tratam-se de animais ectotérmicos, ou seja, adequam suas temperaturas corpóreas movendo-se entre sol e sombra, caracterizando um processo chamado de termorregulação. 

lagartosil
Artigo completo está disponível na edição
nº 233 da C&G VF (Foto: reprodução)

Assim, em cativeiro, é essencial que haja um gradiente de temperatura que permita o processo, já que esse é um dos principais fatores para manter o bem-estar e manejo adequado desses animais, associado a um fotoperíodo adequado, lembrando da necessidade de cada espécie. 

O acompanhamento e orientação de um médico-veterinário são fundamentais aos proprietários, principalmente para aqueles “de primeira viagem”, segundo a graduanda do 4º semestre da FMVZ-USP e membro do GEAS-USP, Lívia Bartilotti. “Informar-se sobre a espécie, por exemplo, é uma das principais formas de garantir uma vida adequada. Local de origem e seu histórico, parâmetros geográficos de seu habitat natural (como características do solo, vegetação, ciclos de temperatura e umidade), seus hábitos (diurnos, noturnos ou crepusculares) são informações essenciais, principalmente para adequar o cativeiro de forma a atender às necessidades dos animais”, destaca. 

Um manejo inadequado destes animais podem resultar, segundo Lívia, em algumas doenças. “Vômito e regurgitação, por exemplo, normalmente estão associados à temperatura inadequada durante à noite e anorexia (que deve ser considerado como sintoma), quando um alimento é apresentado incorretamente (ou, ainda, seu tamanho não condiz com as necessidades do animal), falta de enriquecimento do local, dentre outros fatores”, aponta. 

Sendo assim, a chave para um bom manejo e a garantia de bem-estar a esses animais é prover a cada réptil seu limiar adequado de temperatura e de recinto, comida apropriada e palatável, estimular comportamentos naturais e, principalmente, tentar simular a condição da natureza ao cativeiro. “Os répteis são animais silvestres com necessidades específicas e, devido ao crescimento destes animais como pets no Brasil, a garantia de seu bem-estar é dever do proprietário e essencial para manter a qualidade de vida de cada animal”, reforça. 

Leia o texto completo na edição de janeiro da C&G VF. E, ainda, caso deseje fazer o download de um modelo de histórico sobre os répteis, publicado no livro “Reptile Medicine and Husbandry”, de Mader, ele está disponível abaixo. 

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.