Assine

Cães e gatos podem sofrer desconfortos articulares no inverno

Tratamento terapêutico pode ser associado ao uso de medicamentos

A chegada do inverno é motivo de alerta para a saúde dos animais de companhia e aqueles com idade avançada costumam ser ainda mais impactados com a baixa temperatura. Além de gripes caninas e rinotraqueíte felina, comuns na estação, os pets com doenças osteoarticulares sofrem com dores agudas. 

Segundo a médica-veterinária na Ourofino Saúde Animal, Fernanda Mattos, a artrose é uma das enfermidades mais comuns nas articulações. Entre os principais motivos para a sua incidência estão a artrite, os processos autoimunes, a sobrecarga articular, a obesidade e as dietas inadequadas. 

A displasia e o traumatismo também são algumas das causas por trás da doença. “A artrose representa cerca de 70% dos problemas articulares em cães. Tem progressão lenta e crônica, porém existem tratamentos à base de anti-inflamatórios para diminuir as dores, que proporcionam melhor qualidade de vida ao animal afetado”, explica Fernanda. Na linha da Ourofino Pet, o Maxicam Plus combate o processo inflamatório e tem ação reparadora de tecidos cartilaginosos de cães e gatos. 

Outra indicação da especialista é associar ao tratamento suplementos à base de condroitina e glicosamina, como o Condromax, que ainda possui zinco, manganês e cobre na formulação. Neste ano, a solução ganhou sabor de carne para ser ainda mais palatável para o animal; a embalagem do produto também foi reformulada e, agora, é apresentada em blíster, o que a torna mais higiênica, prática e preserva as características dos comprimidos, antes comercializados soltos em frascos com 30 e 90 tabletes cada. 

A executiva ressalta mais um ponto: estão comprovados os efeitos dos recursos terapêuticos associados ao cuidado anti-inflamatório. “É recomendado que no controle da artrose e, ainda, de outros problemas osteoarticulares, estejam uma rotina de exercícios e, até mesmo, a aplicação de fisioterapia. O tutor também deve observar se o peso do animal está adequado ao porte, proporcionar uma dieta balanceada e adequar o local onde o animal vive, com o uso de tapetes ou pisos que facilitem a movimentação do pet, por exemplo”, expõe. 

Mas, para determinar o tipo e o período de tratamento indicado a cada animal, um médico-veterinário de confiança deve ser consultado. “O frio sempre traz um desconforto para o animal com artrose, no entanto, só será possível determinar quais ações são indicadas por meio de análises clínicas e exames mais detalhados”, orienta a veterinária.  

Para quem pensa que apenas os cães sofrem com a incidência das artroses, a especialista faz um alerta. “No gato, as partes mais afetadas são as articulações coxofemurais e os cotovelos. Também existem casos em que os ombros, a coluna, o calcanhar e os joelhos sofrem com o desgaste”, destaca. Algumas atitudes ajudam a aumentar o bem-estar dos felinos, como o uso de caixas de areia com bordas baixas, comedouros e bebedouros elevados e camas macias. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.