Assine

Cães na fase sênior precisam de maior atenção de especialistas e tutores

Nessa fase, o animal apresenta mudanças físicas e comportamentos abalados

O envelhecimento dos cães é um momento que necessita de muito cuidado, já que os animais apresentam no mínimo alguma mudança física, como a falta de controle urinário e/ou o comportamento abalado pela idade, exemplificado pela agressividade repentina, o que pode dificultar o contato com tutor e o manuseio nas consultas veterinárias.

Com isso, o artigo do Cão Cidadão desse mês, na nova edição da Revista Cães&Gatos VET FOOD, levanta como é importante saber lidar com pets idosos e seus tutores, principalmente sobre como adaptar a casa, a rotina, e também meios de minimizar o estresse característico de uma consulta.

Com o avanço da idade do animal, o tutor deverá ficar mais atento perante algumas questões, como a ansiedade de separação, já que o pet possui consciência de que suas habilidades já não são mais as mesmas; mobilidade e sentidos reduzidos, como olfato, visão e paladar; agressividade tardia, causada por dor, insegurança e vulnerabilidade e a sensibilidade a ruídos, acarretada pela perda da audição.

Para saber mais sobre como lidar com os pets e seus tutores, leia o artigo completo na edição de outubro da C&G VF. Acesse aqui. 

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.