Assine

Clínicos devem se atentar a problemas gastrointestinais em tigres d’água

Doenças podem estar relacionadas com os objetos presentes no recinto

O tigre d’água, da espécie Trachemys dorbignyi, vem sendo procurado como animal de estimação. Com isso, é necessário um conhecimento sobre suas características e comportamentos naturais. Além de que, as doenças nesses animais em cativeiro estão relacionadas, principalmente, a condições de sanidade ruins, mas também podem estar relacionadas com os objetos presentes no recinto deles, como no caso das constipações intestinais.

Essa apresenta manifestações clínicas como anorexia, desidratação, letargia e queda de peso corporal. Ao serem reconhecidos os sintomas, é necessário que seja levado ao médico-veterinário para que possa ser descoberta a causa deles e, assim, realizado o tratamento correto. Para o diagnóstico é realizado um exame endoscópico ou radiográfico. Sendo que o prosseguimento dependerá da causa da constipação.

Em caso de constipação primária, ou seja, que não é causada por uma doença subjacente, é recomendado uma ou duas vezes ao dia a hidratação do animal e banhos em água morna (30°C) para estimular a defecação.

Outra possível causa seria a presença de endoparasitas, sendo os nematelmintos os mais comuns. Dentre eles, a lombriga e o oxiúros que em grande quantidade podem ter como um de seus sintomas a constipação. Sendo receitado pelo veterinário o anti-helmínticos apropriado e a realização de exames fecais de rotina.

Clique aqui e leia o artigo completo na edição de julho da C&G VF.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.