Assine

CRMV-PE capacita colaboradores e desburocratiza processos

Setores do regional passaram por mudanças que visam facilitar o dia a dia dos profissionais e da sociedade

O Conselho Regional de Medicina Veterinária de Pernambuco (CRMV-PE), nos últimos 15 dias, se dedicou em promover uma intensa capacitação dos seus colaboradores internos. A ação só foi possível devido ao auxílio dado pela equipe do Núcleo de Apoio aos Regionais (NAR), um setor do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), nascido em 2019, justamente, com a missão de abraçar os regionais, estreitando os laços, melhorando as atividades do dia a dia e tornando o funcionamento do Sistema CFMV/CRMVs mais afinado.

De acordo com o coordenador do NAR, Igor Andrade, cada integrante do núcleo dá apoio em uma área especifica. “A presidente do CRMV-PE, Elisa Araújo, solicitou treinamento em vários setores e, em poucos dias, já temos ótimos resultados, como a implantação dos pregões eletrônicos. Além disso, passamos por todas as áreas administrativas, o que vai desde o planejamento, passando pelo atendimento, até a fiscalização, o que torna os processos mais rápidos e objetivos”, diz ele, completando que, com as mudanças, todos ganham: funcionários, profissionais e a sociedade.

Segundo ele, no setor de cobrança, por exemplo, a equipe conseguiu identificar alguns gargalos que vão gerar uma grande economia para o regional. “Isso nos deixa muito satisfeitos. E, mesmo após o fim do treinamento, estaremos à disposição para ajudar no que for necessário”, diz.

Com a modernização na gestão e procedimentos operacionais padronizados, além de melhoras significativas no funcionamento interno, tudo fica mais rápido e eficiente. Em exemplos práticos, as demandas chegam mais rápido nas plenárias, os profissionais não terão que esperar tanto tempo por retornos e as empresas também terão suas necessidades atendidas de forma mais ágil. “Estamos promovendo uma desburocratização nessa gestão que vai ser muito boa para os profissionais e para a sociedade. Se, antes, havia demandas que levavam cerca de 45 dias para ser concluídas, com a mudança, isso será resolvido dentro de dois ou três dias. Um grande ganho”, afirma a médica-veterinária presidente do CRMV-PE, Elisa Araújo.

O setor jurídico também participou das mudanças com a consultoria do procurador do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Norte (CRMV-RN), Herik Queiroz. “Como somos um Estado mais próximo de Pernambuco, viemos auxiliar, passando teses, defesas e muito mais para que, de forma igualitária e uníssona, a gente promova uma defesa equânime nos regionais, o que, em termos de jurisprudência, facilita o nosso trabalho”, explica o procurador. Segundo ele, a ideia é unificar questões como o entendimento da recuperação de créditos atrasados, melhorar a questão da movimentação de processos, atualizar a documentação para uma legislação que esteja vigente e muito mais. “Focamos nas intempéries que todos os dias combatemos. Ter isso em mente faz com o regional assuma seu papel de protagonista na tarefa da fiscalização dos profissionais e apoio à sociedade”, afirma.

Segundo a presidente Elisa Araújo, a necessidade de uma capacitação foi identificada logo no primeiro período da atual gestão. “Fizemos um diagnóstico e entendemos que precisávamos investir nos servidores. Nosso objetivo é tornar os processos mais simples, facilitando o trabalho e o atendimento. A capacitação está sendo realizada tanto na parte teórica quanto na parte prática”, explica ela. Outra mudança que já pode ser sentida e que promete facilitar bastante a vida dos inscritos é a implantação dos protocolos digitalizados. “A partir de agora já está disponível esse protocolo, que irá gerar uma numeração automática para cada demanda, tornando possível que o profissional acompanhe a passagem da solicitação pelos setores. Diante disso, só podemos concluir que a vinda do NAR foi excepcional”, conclui Elisa.

Fonte: CFMV, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Royal Canin realiza Fórum Internacional Veterinário gratuito

Instituto Pet Brasil lança anuário com números do mercado pet

Covid-19: transmissão interespécies será analisada por estudo

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.