Assine

CRMV-SP foi homenageado durante evento dos 100 anos da FMVZ-USP

Instituição também homenageou o presidente do CFMV, Francisco Cavalcante

A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP), realizou cerimônia em comemoração aos seus 100 anos no dia 27 de junho. O médico-veterinário presidente do CRMV-SP, Mário Eduardo Pulga, esteve presente na solenidade e recebeu homenagem em nome do órgão, que foi um dos patrocinadores das festividades. 

Para ele, participar desse momento histórico, ao lado de profissionais que admira e que foram seus professores e, ainda, ser homenageado, foi motivo de orgulho. Pulga se graduou na FMVZ-USP em 1979, na 41ª turma. 

Entre os agraciados com homenagens estavam, ainda: o reitor, Vahan Agopyan; o vice-reitor, Antonio Carlos Hernandes; o ex-reitor, Jacques Marcovitch; e o presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), Francisco Cavalcante de Almeida. 

Parte da programação do evento foi reservada para o lançamento do selo postal e do carimbo comemorativo alusivo ao centenário, conduzido pelo gerente de Região de Atendimento da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Diego Galvão Manriquez. 

O cronograma abriu espaço, ainda, para outro importante lançamento: o do livro “Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo – 100 anos de História (1919-2019)”. Alé  disso, o diretor da FMVZ-USP, o Prof. Dr. José Antonio Visintin, falou sobre a história da Medicina Veterinária no Brasil e o surgimento do curso do Instituto de Veterinária, ligado ao Instituto Butantan, em 18 de dezembro de 1919. 

“A FMVZ tem o DNA de uma profissão extremamente social, comprometida com o bem-estar animal, com a proteção das matas e dos mananciais e com a produção de alimentos, especialmente para os mais necessitados. Para isso, devemos estar prontos para desenvolver pesquisas e formar recursos humanos conscientes para desempenhar uma Medicina Veterinária de alta precisão, capaz de compensar a redução das áreas de produção”, afirmou Visintin. O diretor elencou os principais marcos na trajetória da faculdade e lembrou daqueles que se dedicaram para a construção dessa história. 

O reitor Vahan Agopyan enfatizou a importância que as escolas laicas criadas no final do século 19 e início do século 20 – entre elas, o Instituto de Veterinária, que seria o embrião da Escola de Medicina Veterinária – tiveram para o desenvolvimento do Estado de São Paulo.

“Investimos bem. Nesses 100 anos, a FMVZ transformou e modelou toda uma área de desenvolvimento econômico do nosso País e continua a cumprir sua missão. A excelência é uma busca contínua e na USP todas as suas 42 unidades estão imbuídas com o objetivo de melhorar sempre e oferecer à sociedade paulista e ao Brasil as melhores condições de ensino e pesquisa possíveis. Comemorar esse centenário é muito importante, pois precisamos contar essa história vitoriosa para que as futuras gerações saibam como se forja uma nação”, afirmou Agopyan. 

Fonte: CRMV-SP, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.