Assine

Datas comemorativas, atuações e novidades movimentaram 2018

Representação de entidades e de veterinários rendeu debates durante o ano

Cláudia Guimarães, da redação

claudia@ciasullieditores.com.br

Ano a ano o mercado brasileiro de Medicina Veterinária se expande. Seja por novos profissionais sendo formados, por novas técnicas chegando ao País ou por novos grupos de gestão sendo formados, atualizados e reconhecidos. Este 2018 não foi diferente! Portanto, a C&G VF pincelou os principais acontecimentos que ocorreram dentro do setor para uma retrospectiva recheada de boas lembranças e esperanças em relação à profissão.

O início do ano já foi embalado por uma boa notícia: o reconhecimento oficial da especialidade de felinos. Tão complexo como o trabalho de quem atende gatos é o processo de elaboração de uma prova, onde vários itens devem ser estruturados para uma avaliação de alta confiança. A Academia Brasileira de Clínicos de Felinos (ABFel, Belo Horizonte/MG) recebeu habilitação outorgada pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV, Brasília/DF), para a concessão de Título de Especialista em Medicina Felina. Para a membro fundadora da Academia, Giovana Adorni Mazzotti, essa é uma conquista que segue em frente com o firme objetivo de fortalecer a clínica de gatos no Brasil.

titulogato
C&G VF entrevistou diversos veterinários para colaborar
com diversas pautas durante o ano (Foto: reprodução)

No Dia Internacional da Mulher, elaboramos uma reportagem onde é destacada a importância de veterinárias se motivarem a buscar liderança para garantir bons resultados profissionais. A master Coach, Andrea Deis, explicou como ocorre o processo de coaching para médicas-veterinárias e garantiu que a chave do sucesso é a busca pelo conhecimento.

Os principais objetivos das novas comissões do CMFV, formados neste ano, também foram comentadas pela médica-veterinária e assessora Técnica do CFMV, Erivânia Camelo. Tratam-se de novos grupos compostos de forma mais ampla, por professores, profissionais autônomos e da defesa sanitária. Segundo ela, o objetivo de todas as comissões do Conselho é atender aos segmentos da Medicina Veterinária e Zootecnia, além de buscar novas soluções para os problemas das profissões. “Também está entre suas funções discutir a formação do profissional, a legislação e os anseios da sociedade”, explicou.

Apesar de alguns pontos positivos terem chegado à profissão, os veterinários enfrentaram uma barreira: o Ministério da Saúde (MS, Brasília/DF) estipulou que estes profissionais fossem imunizados contra a gripe nos postos de saúde. No entanto, alguns deles encontraram dificuldades quando tentaram tomar a vacina, pois alguns funcionários da saúde desconhecem a informação de que veterinários são incluídos no grupo de risco. Conversamos com alguns profissionais que relataram suas experiências em relação à temática.

Exercício da profissão. Durante o 39º Congresso Brasileiro da Anclivepa (CBA), no dia 07 de junho, foi apresentada a Sociedade Brasileira de Geriatria Veterinária (SBGV) ao setor. O presidente da entidade, Enore Massoni, revelou que os objetivos da Sociedade é reunir os profissionais e estudantes interessados na área de geriatria com o propósito de estudar, cada vez mais, o tema.

alimentovet
Mostramos, ainda, como é importante o veterinário cuidar de
sua saúde para, então, cuidar dos pacientes (Foto: reprodução)

Além de destacarmos o associativismo, também mostramos como é desempenhado o trabalho de médicos-veterinários militares, que são responsáveis por assegurar a qualidade de vida dos cães e das tropas. A reportagem foi publicada no Dia do Médico-Veterinário Militar, 17 de junho, e o Capitão do Exército, Otávio Augusto Brioschi Soares, que possui graduação, mestrado e doutorado em fisiologia animal, contou que os trabalhos veterinários realizados no canil militar são: de clínica médica e cirúrgica, seleção e reprodução de cães, manejo comportamental e treinamento.

Apesar do amor pela profissão, alguns veterinários sentem o fardo pesar em certo momento da carreira. São os acometidos pela Síndrome de Burnout e, em casos mais graves, os que cometem suicídio. O tema do texto foi embasado nos casos de profissionais que tiraram a própria vida em várias localidades do mundo, durante o ano. O médico-veterinário com conhecimento em psicologia e psicanálise, Marco Antônio Gioso, comentou que uma das principais causas para essa questão é a frustração com a remuneração.

Datas comemorativas. Mas, para não deixar o clima ruim tomar conta de nosso portal, elaboramos pautas especiais, como a do Dia do Cardiologista, 14 de agosto. Este profissional tem grande importância na vida dos animais de companhia. A veterinária cardiologista clínica e diretora de publicidade da Sociedade Brasileira de Cardiologia Veterinária (SBCV, São Paulo/SP), Cássia Cristina Santiago dos Santos, afirmou que, cada vez mais, os generalistas percebem a importância do profissional especializado em cardiologia, trabalhando em parceria na rotina veterinária. 

equipevet
Reportagens e acontecimentos deste ano destacaram que
trabalho em conjunto pode beneficiar os pets (Foto: reprodução)

No Dia do Médico-Veterinário, 09 de setembro, conversamos, novamente, com a veterinária e assessora Técnica do CFMV, Erivânia Camelo, que relembrou os marcos históricos da profissão. E, em homenagem a esses profissionais, elaboramos, ainda, uma série de reportagens durante o mês, que destacou o quão essencial é o veterinário cuidar, primeiramente, de si para, depois, cuidar de seus pacientes.

A primeira matéria mostrou como os plantões podem interferir na alimentação saudável dos clínicos. A nutricionista Funcional e Health Coaching, da Carevolution Consultoria Saúde & Bem-Estar (São Paulo/SP), Silvia Micelli, declarou que estipular pausas para almoço e jantar é um ato essencial e que essas refeições devem ser compostas por alimentos leves e saudáveis.

Além da alimentação, o que mais pode ser prejudicado com a rotina agitada de um médico-veterinário? Nós te respondemos: o sono. Para isso, falamos com a psicóloga, sócia e Diretora da Carevolution Consultoria Saúde e Bem-Estar (São Paulo/SP), Sharon Sarah Sachs Feder, que assegurou que o sono é fundamental para o bom funcionamento, tanto mental quanto fisiológico.

Ainda primando pela saúde, os veterinários podem recorrer a exercícios físicos visando a manutenção do organismo. O educador Físico e Coaching de Saúde e Bem-Estar, David Aizenas, desvendou que atividade física é todo movimento que fazemos diariamente, desde a hora em que nos levantamos, até a hora em que vamos dormir. No entanto, algumas atividades extras podem beneficiar o corpo e a mente.

Posts marcantes. Além dessas pautas, outras alcançaram grande repercussão. Foi o caso do CFMV, que se posicionou contra a modalidade de ensino a distância em saúde, como a campanha intitulada #EADNÃO. Além disso, o anúncio de acreditação do serviço veterinário, realizado pela Associação Brasileira de Hospitais Veterinários (ABHV, São Paulo/SP) chamou atenção dos profissionais. E, fechando o ano, disparamos a notícia de que o CRMV-RS terá uma nova presidente a partir do próximo ano. Lisandra Dornelles acredita que o associativismo ampliará suas experiências e afirmou que está na hora de fazer algo diferente do que vinha sendo feito, até então, no Conselho.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.