Assine

Dezembro laranja reforça a prevenção do câncer de pele em pets

Durante o verão, hidratação é a palavra-chave para a saúde dos animais

softcarebanner

Cláudia Guimarães, da redação

claudia@ciasullieditores.com.br

Hidratar é o grande objetivo de vida dos veterinários que atuam na rotina dermatológica. Muitos pacientes são extremamente alérgicos e apresentam peles desprotegidas ou ressecadas, que tendem a coçar. Mas aí entra a palavra-chave da especialidade: hidratação, que ajuda no controle do prurido excessivo.

softprodutos
Hydra Reflex e Pet Glove, em conjunto, propiciam
proteção máxima à pele dos animais (Foto: divulgação)

A gerente de Produto SoftCare, Salua Carolina Cataneo, explica que a pele dos cães e dos gatos só é hidratada por meio dos banhos e as agressões que sofrem, diariamente, com excesso de sol, vento, secador, água quente, entre outras, afetam sua barreira cutânea, deixando-as ressecadas e sensíveis. “Por isso, é importante que existam produtos que possam ser utilizados no dia a dia sem comprometer a estética, ou seja, que não deixem os pelos oleosos, manchem o sofá ou a roupa do tutor e que formem, também, uma proteção solar durante um passeio, por exemplo”, avalia.

A médica-veterinária pós graduada em Dermatologia Veterinária, Ivelize da Costa Mello Blanes Bento, acredita que produtos com essa finalidade são fundamentais para o tratamento. “Por mais que nossos pets utilizem medicamentos via oral, para controlar as doenças de pele, se não houver o uso de produtos tópicos, a resposta à terapêutica é muito mais longa e, às vezes, ineficaz”, revela.

Segundo Ivelize, a maioria dos produtos possui agentes com ótimas respostas anti-inflamatórias e reparadoras de barreira cutânea e é o caso do Hydra Reflex, produto exclusivo da linha SoftCare, da Pet Society. “É uma loção que possui um filtro solar mineral (físico) que reflete os raios solares impedindo que estes penetrem na pele e causem lesões. A loção deixa uma leve camada esbranquiçada que protege a pele e tem toque seco (oil free)”, comenta Salua.

E a proteção não para por aí. A empresa também oferece o Pet Glove, um hidratante para áreas extremamente ressecadas, como os coxins, por exemplo. “Desenvolvido a partir de ativos naturais, ele hidrata, profundamente, enquanto diminui a inflamação e o ressecamento. É ideal para os animais que passeiam em calçadas nos horários quentes ou que têm afecções que afetam os coxins. Com ativo antiderrapante, que aumenta o atrito com o solo, impedindo escorregões em pisos lisos como porcelanatos e piso de madeira, ele protege os pets”, indica a gerente de Produto. E Ivelize acrescenta: “Com tantos casos de bactérias multirresistentes, tanto na Medicina Veterinária, como na Humana, utilizar produtos tópicos e eficazes é nossa obrigação”.

caopraia
Câncer de pele é o terceiro tipo que mais afeta os animais de companhia (Foto: reprodução)

Cuidados redobrados. Pela quantidade de incidência de raio solares nocivos tanto para os humanos quanto para os animais de companhia, a atenção com a pele dos pets deve ser duplicada nos dias quentes, como lembra Ivelize. “Existem doenças, como a ceratose actínica, que ocorrem em decorrência do excesso de exposição solar sem proteção. Os Buldogues são, geralmente, mais afetados e não podemos nos esquecer dos gatos de pelagem branca, principalmente, nas áreas de pinas de orelhas e planos nasais. Animais com trufas de narizes despigmentadas também requerem maiores cuidados”, alerta.

Durante o verão, os tutores devem evitar passeios nos horários de maior incidência de raios solares, saindo com o pet somente antes das 9h ou após às 17h. A dica de Salua é aplicar o Hydra Reflex 20 minutos antes da exposição ao sol e reaplicar a cada duas horas, sempre nas áreas onde não há pelo. “Já o Pet Glove pode ser aplicado antes e depois do passeio e, também, em casa, até três vezes ao dia, para prevenir os escorregões”, ensina. Ivelize, por sua vez, ainda indica a oferta de água fresca, bem como água de coco. “Vale destacar: ainda mais cuidado com os braquicéfalos. Nada de correr no parque em dias de muito calor”, estipula.

Dezembro Laranja. Salua lembra que dezembro é considerado o mês da prevenção do Câncer de Pele. “Nesse sentido, o SoftCare levanta essa bandeira e trata da importância de se prevenir, também, em cães e gatos, com produtos específicos e seguros de uso veterinário. O verão pode ser muito mais seguro se tomarmos pequenos cuidados com nossos pets”, reforça.

As estatísticas demostram, segundo Ivelize, que este é o terceiro tipo de câncer que mais afeta os animais, ocorrendo 30% em cães e 20% em gatos. “O melhor tratamento ainda é a excisão cirúrgica com quase 99,9% de chance de cura, quando descoberto no início. A prevenção, ou seja, a consulta de rotina, a observação de manchas, nódulos e verrugas por um especialista, é a melhor forma de evitar um mal maior”, afirma.

Pensando assim, Ivelize acredita que, desde a primeira consulta, quando um paciente chega nas mãos do veterinário, é seu dever informar sobre todos os possíveis perigos que aquele animal terá ao longo de sua vida.  “Avisar os proprietários que animais brancos, de pelos curtos (mesmo os de pelos pretos), de orelhas brancas e os de narizes despigmentados não devem ser expostos ao sol é o básico da prevenção. Aquele felino que adora ficar o dia todo na janela com suas orelhas expostas aos raios solares terá grande chance de desenvolver feridas e tumores. Prevenção é o melhor remédio sempre”, assegura.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.