Assine

Dieta tem forte influência no bem-estar e longevidade dos pets

É importante respeitar as exigências nutricionais de cada raça e fase do animal

A convivência homem-animal vem desde a pré-história e mostra que o homem sempre foi dependente de outras espécies para a sua sobrevivência, sendo esta relação a princípio de predação, passando, para a domesticação. Ao considerar os benefícios e malefícios na perspectiva do animal nesta relação homem-animal, mesmo sendo afetuosa, é autoritária, já que é o homem quem decide sobre a liberdade do animal, quando receber carinho, quando passear e se irá ou não se reproduzir. 

Outro aspecto da relação humano e animais de estimação, é a grande variedade de produtos e alimentos para animais. A primeira ração comercial para cães foi produzida, em 1860, na Inglaterra, a princípio, continha uma mistura de farinha de trigo, beterraba, vegetais e carne. Desde então, houve uma grande evolução dos alimentos industriais para pets, e atualmente, temos uma diversidade de produtos e qualidades que aumentou a preferência entre as nutricionalmente balanceadas. 

Os animais precisam consumir todos os grupos de alimentos, em quantidades e proporções adequadas de acordo com sua espécie, fase de vida, porte e forma física. Por conta disso, não podemos dar aos gatos rações formuladas para cães, por exemplo. Os gatos precisam de uma maior quantidade de proteína e gordura para suprir suas necessidades nutricionais, além de precisarem ingerir taurina, um aminoácido que auxilia no funcionamento do músculo, coração e visão. A deficiência de taurina nos gatos pode causar cegueira, parada cardíaca e diversos outros problemas no organismo. 

Clique aqui para ler o artigo completo em nossa edição de março. 

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.