Assine

Doutorandos estudam fatores que desencadeiam medo nos pets às consultas

41% dos 26.555 tutores relatam que seus cães sentem medo das idas ao veterinário

As consultas veterinárias podem ser um grande problema para o bem-estar dos pets, já que muitos deles possuem medo da visita ao profissional. Com isso, doutorandos da Universidade de Adelaide, na Austrália, desenvolvem um estudo para identificar quais são os fatores de risco que desencadeiam esse comportamento nos cães.

De acordo com a doutoranda, Petra Edwards, a ideia do estudo surgiu porque o grupo queria de identificar alguma característica do cão ou do tutor que pudesse prever se o animal desenvolveria medo do veterinário. “Descobrimos que, aproximadamente, 41% dos 26.555 donos de animais em todo o mundo relatam que seus cães ficam com medo leve/moderado durante os exames veterinários e um em cada sete (14%) cães apresentam medo severo ou extremo”, relata

Com o estudo, foram identificados alguns fatores específicos, tanto para o tutor, quanto para o animal, que ajudam a prever os escores mais altos de medo, como grupo de raças, história, de onde foi comprado, o peso, entre outros, no entanto, só contribuem apenas em aproximadamente 7% dos animais. “Isso significa que outros fatores (por exemplo, o ambiente da clínica veterinária, ou as interações homem-animal ou experiências anteriores) são, provavelmente, muito mais importantes na previsão do medo do médico-veterinário”, explica Petra.

Para saber como tranquilizar o animal e mais informações da pesquisa, leia a reportagem completa na edição de outubro da C&G VF. Acesse aqui

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.