Assine

E-commerce beneficia mercado de produtos veterinários

Vendas on-line do setor cresceram 144% em comparação a 2018

Assim como para qualquer outro segmento que forneça produtos ou serviços de maneira mais cômoda ao comprador/contratante, o e-commerce também chegou no universo dos pet shops. Segundo levantamento realizado pelo Webshoppers, entre janeiro e junho de 2019, as vendas on-line do setor cresceram 144% em relação ao ano anterior.

Com o oferecimento de produtos das clínicas ou consultórios, iniciativa tem chamado a atenção de muitos profissionais, graças ao bom desempenho. De acordo com a veterinária, pós-graduada em Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais e proprietária da Happy Vet – Clínica e Pet, Alessandra Granieri, já é possível notar diferença nas vendas no local físico e por meio digital. “Há cerca de um ano, percebo que tenho interferência nas vendas, principalmente, de antipulgas, depois em farmácias, no geral, e alimentação”, relatou.

No entanto, mesmo que afete as vendas nos pontos físicos, o médico-veterinário Agnelo Franco Neto defende o e-commerce. Para ele, apenas alguns produtos não deveriam ser disponibilizados em plataforma on-line. “Sou a favor do livre mercado, mas algumas coisas não deveriam ser comercializadas via internet. Como exemplo, os antibióticos, que estão disponíveis tanto em lojas físicas quanto no e-commerce”, explicou.

Para saber sobre essa crescente procura, assim como questões ou dúvidas, leia a reportagem completa na edição de fevereiro da C&G VF. Acesse aqui.

 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.