Assine

Espécie de ave quase extinta dá cria em Zoológico de Lisboa

Desflorestação e captura ilegal para o comércio são fatores de risco

O Jardim Zoológico de Lisboa anunciou o nascimento de uma cria de Mainá-do-bali (Leucopsar rothschildi), uma ave em perigo de extinção. 

A Mainá-do-bali é uma ave natural de Bali, atualmente, encontrada apenas na Reserva Natural de Barat, que se encontra classificada como uma ave ‘Criticamente em Perigo de extinção’, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza, devido a práticas como a desflorestação e a captura ilegal para o comércio de aves. 

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Interpol, o tráfico de animais selvagens é o quarto negócio ilegal mais lucrativo do mundo, representando cerca de 223 mil milhões de euros anuais. 

A curadora de aves do Jardim Zoológico de Lisboa, Telma Araújo, sublinha que este nascimento tem um valor incalculável para o Jardim Zoológico, uma vez que foi a primeira reprodução de sucesso desta espécie, desde o início dos anos 80, quando foi acolhida. “Sua reprodução foi cuidadosamente pensada, o casal que deu origem à cria – um macho da Dinamarca e uma fêmea da Alemanha – foi trazido para Portugal depois de ter sido minuciosamente avaliado. Esta avaliação é realizada para que seja possível formar-se potenciais pares da espécie, de modo a reproduzirem e serem reintroduzidos em seu habitat natural, na Indonésia, e reforçar a população in situ”, comenta. 

Em uma nota enviada às redações, o Jardim Zoológico explica que a sobrevivência do Mainá-do-bali depende totalmente da sua reprodução sob cuidados humanos, da reintrodução desses indivíduos no habitat natural e da manutenção de áreas sustentáveis para a sua sobrevivência em estado selvagem. 

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.