Assine

Espirro reverso ou respiração paroxística em gatos assusta tutores

Ação trata de um esforço inspiratório forçado e repetitivo por irritação

Uma das ações que mais assustam os tutores de gatos, mesmo que eles não saibam, é causada pelo espirro reverso ou inspiratório (reflexo da expiração). Essa reação ocorre quando o animal começa a movimentar o pescoço para frente, aparentando estar sufocado e que vai vomitar, lembrando casos de asfixia.

“Trata-se de um esforço inspiratório forçado e repetitivo (paroxístico) iniciado após a irritação da nasofaringe caudodorsal”, afirma a médica-veterinária, especializada em felinos, Ludmila Malta.

Diferente dos espirros comuns, em que se é expelido para fora das narinas, um espasmo na garganta faz com que o ar passe rapidamente para dentro e ocorra ruídos. Mesmo que não seja muito comum em gatos, de acordo com a veterinária, as raças braquicefálicas (como os persas) são mais acometidas.

As causas variam, de corpos estranhos, aspergilose, rinotraqueíte, processos inflamatórios secundários à causa alérgica, entre outras. “Em alguns casos, os corpos estranhos, como gramas ou outros materiais de plantas que adentram pela cavidade oral, migram para a nasofaringe e causam o espirro reverso”, “Pode ser uma resposta normal a uma irritação mecânica da mucosa dorsal e para a maioria dos casos é idiopática (sem causa definida)”, completa.

Para o tratamento, na maioria das vezes os episódios são auto limitantes e não precisam de tratamento específico,mas em casos graves de inflamação, o uso de corticoides pode ser recomendado.

Saiba mais na edição de agosto.Clique aqui. 

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.  

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.