Assine

Exames de imagem são essenciais para diagnóstico de hidrocefalia em cães

Clínicos podem se guiar por radiografia, ultrassonografia, tomografia computadorizada

A hidrocefalia é uma doença do sistema nervoso central, caracterizada pela inadequada circulação ou má absorção do líquido cefalorraquidiano que, ao se acumular, resulta na dilatação do sistema ventricular cerebral e, secundariamente, na atrofia e destruição do tecido nervoso adjacente. 

Pode ser demonstrada de forma congênita ou adquirida, sendo a primeira considerada de maior incidência. Em muitos dos animais acometidos, a cabeça apresenta-se marcadamente maior e as fontanelas permanecem abertas e palpáveis. O diagnóstico é baseado nos achados clínicos e exames de imagem, como radiografia, ultrassonografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética. 

No relato de caso da edição de janeiro da C&G VF, há a descrição de atendimento de um canino, sem raça definida, com aproximados dois meses de idade, fêmea, que chegou ao Hospital Veterinário São Lucas apresentando quadro convulsivo, sendo diagnosticada hidrocefalia congênita após avaliação física e de exames complementares. A paciente foi tratada com a terapia convencional de corticosteroides e diuréticos, sobretudo, acrescida de omeprazol. Protocolo este, já descrito por alguns autores, com sucesso na melhora do estado neurológico em cães com hidrocefalia, o que se confirma no presente trabalho. 

Para ler o relato de caso completo, acesse revistacaesegatos.com.br. 

Abaixo, a referência bibliográfica utilizada pelos autores: 

AMUDE, A.M.; ZANATA, R.; LEMOS, R.S.; PELEGRINI, L.; ALBA, K.Q.; VICCINI, F.; ALFIERI, A.A. Therapeutic usage of omeprazole and corticoid in a dog with hydrocephalus unresponsive to conventional therapy. Semina: Ciências Agrárias, v. 34, n. 2, p. 805-810, 2013.

COLVILLE, THOMAS; BASSERT, Joanna M. Anatomia e fisiologia clínica para Medicina Veterinária. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier,. 568 p. 2010.

DE LAHUNTA A, GLASS E. Cerebrospinal fluid and hydrocephalus. In: Veterinary neuroanatomy and clinical neurology. 3ª ed. St. Louis: Saunders Elsevier; p.67-76. 2009.

DEWEY, C. W. Encephalopathies: disorders of the brain. In: ______. A pratical guide to canine and felineneurology. 2nd ed. Ames, Iowa: Wiley-Blackwell. p. 126-129. Chapter 5, 2008.

FENNER, W. R., ETTINGER, S. J. & FELDMAN, E. C. Doenças do cérebro. Tratado de Medicina Interna Veterinária: doenças do cão e do gato, 1, 586-638. 2004.

HOSKINS, J. D. Pediatria Veterinária: Cães e gatos até seis meses de idade. São Paulo:Manole, 1993.

JAVAHERI, S.; CORBETT, W. S.; SIMBARTL, L. A.; MEHTA, S.; KHOSLA, A. Different effects of omeprazole and Schon canine cerebrospinal fluid production. Brain Research, Philadelphia, n. 1-2, v. 754, p. 321-324, 1997.

LIMA, R. M.; TEIXEIRA M. W.; COSTA F. S.; COSTA L. V. S.; SILVA E. C. S.  Hidrocefalia congênita em cão idoso.  PUBVET v.11, n.1, p.55-61, Jan., 2017

OROZCO, S.C.; ARANZAZU, D. Hidrocefalia canina: Reporte de casos. Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias, v. 14, n. 2, p. 173-180, 2001.

PALUMBO, M.I.P.; CONTI, J.P.; DOICHE, D.P.; MAMPRIM, M.J.; LOURENÇO,

M.L.G.; MACHADO, L.H.A. Anoftalmia clínica bilateral associada à hidrocefalia congênita em cão. Ciência Rural, v. 41, n. 7, 2011.

THOMAS, W.B. Nonneoplastic disorders of the brain. Clinical techniques in small animal practice, v. 14, n. 3, p. 125-147, 1999.

THRALL, D.E. Diagnostico de radiologia veterinária. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010

ventriculoperitoneal shunt placement through fontanelle in a hydrocephalus dog: a case report. Veterinarni Medicina, v. 54, n. 10, p. 498-500, 2009.

VIANNA, L. F. G. INTRODUÇÃO A NEUROLOGIA VETERINÁRIA. Rio de Janeiro: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Instituto de Veterinária Departamento de Medicina e Cirurgia, 2010.

WOO, J.N.; LEE, H.B.; KIM, M.S.; LEE, K.C.; KIM, N.S. Application of

ventriculoperitoneal shunt placement through fontanelle in a hydrocephalus dog: a case report. Veterinarni Medicina, v. 54, n. 10, p. 498-500, 2009.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.