Assine

Felinos: refluxo gastroesofágico é sinal de que algo está errado

Veterinário deve investigar o que o causa para correto tratamento

Como os animais não conseguem falar quando algo está errado com seu bem-estar e saúde, cabe aos humanos prestar atenção para perceber qualquer sinal de que algo não vai bem. Um sintoma clínico que pode causar muito incômodo é o refluxo gastroesofágico, indicativo de diferentes problemas, necessitando, por isso, uma investigação da causa raiz. 

A médica-veterinária, especializada em Felinos, Vanessa Zimbres, explica que o refluxo gastresofágico ocorre quando há o fluxo reverso de fluidos gástricos e/ou intestinais para o esôfago. “Isso acontece quando há um relaxamento do esfíncter esofágico, em procedimentos anestésicos, por exemplo, com a utilização de tubos de alimentação, ou em vômitos crônicos”, diz. O problema advém sempre em consequência a alguma desordem na motilidade gástrica, por diversas causas, ou até mesmo a problema anatômico congênito, ou adquirido, como é o exemplo da hérnia hiatal. 

Segundo Vanessa, o refluxo de conteúdo gástrico para o esôfago causa danos ao muco protetor deste órgão, que pode resultar em diferentes quadros de esofagite. “Em casos leves, os sinais podem ser de uma leve dor e desconforto, disfagia, regurgitação e inapetência, enquanto que em quadros mais severos a regurgitação pode ser mais acentuada apresentando, inclusive, sangue no conteúdo, dor, anorexia, disfagia podendo evoluir para formação de estenose”, comenta. 

Leia aqui a reportagem completa da edição de março. 

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.