Assine

Ferrets podem ser acometidos por parvovírus relatado desde 1950

Transmissão ocorre por contato direto com saliva, urina, fezes e sangue

A doença de Aleutian ou plasmocitose é uma afecção sistêmica que acomete os ferrets (Mustela putorius furo) e é causada por um parvovírus. O primeiro relato acerca dessa afecção aconteceu em uma criação de vison (Mustela vison), em 1950. As cepas de vison podem acometer os ferrets, entretanto sabe-se que também existe pelo menos uma cepa específica dessa espécie.

Na maior parte dos casos, os ferrets adultos infectados não apresentam manifestações clínicas e, os que apresentam, geralmente, estão acometidos por condições imunossupressoras, as quais vão desde situações de estresse por mudança de ambiente até casos de acometimento por neoplasias. Vale ainda ressaltar, que a maioria dos indivíduos com sinais clínicos tem entre dois e quatro anos e que o curso da doença, no geral, é crônico.

A transmissão do vírus pode ocorrer de diversas formas: contato direto com saliva, urina, fezes ou sangue; por aerossol ou ainda por meio de fômites (brinquedos, comedouros, toalhas, entre outros).

Clique aqui e leia o artigo completo, gratuitamente, em nossa revista on-line.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

LEIA TAMBÉM:

Disparidade social dificulta contenção da leishmaniose canina

Câncer de mama também deve ser prevenido em cadelas e gatas

Erros de manejo oferecem riscos graves às serpentes de estimação

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.