Assine

Gatos com gengivoestomatite podem contar com nova terapia

FDA aprovou ensaio clínico de terapia celular para tratar felinos com o problema

Uma empresa dos EUA recebeu a aprovação da reguladora Food and Drugs Administration (FDA) para iniciar um ensaio clínico com uma nova terapia celular para tratar a gengivoestomatite.

A notícia, publicada no Portal Veterinaria, indica que o procedimento está sendo desenvolvido na Escola de Medicina Veterinária da Universidade da Califórnia, em Davis, EUA.

A terapia consiste em células-mãe mesenquimais alogênicas, derivadas de tecido adiposo, que são administradas por via intravenosa e que têm como objetivo corrigir anomalias imunitárias relacionadas com a gengivoestomatite crônica felina.

O ensaio será realizado em 200 gatos com a doença que não responderam à terapia médica, nem à extração parcial da dentição.

O principal objetivo deste tratamento é conseguir melhorar a qualidade de vida dos felinos que sofrem da doença, permitindo a remissão e alívio a longo prazo.

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Médico-veterinário brasileiro cria app que detecta dor em gatos

Mudanças na dinâmica dos gatos podem causar dermatite psicogênica

Como diagnosticar o hipoadrenocorticismo em cães?

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.