Assine

Leões são vítimas de caçadores que buscam suas garras e dentes

Na África, quatro animais foram envenenados por conta de magia negra

Quatro leões sofreram mortes agonizantes após serem alimentados com comida envenenada, para que caçadores pudessem cortar suas patas e mandíbulas para serem utilizadas em poções de magia negra na África do Sul. 

Os leões machos Thor e Mumford e as leoas brancas Isis e Mia morreram em tormento após as refeições. No entanto, antes de cortarem as patas dos leões e roubar suas garras, além de cortar suas mandíbulas para roubar seus dentes, foram descobertos. Os cães de uma pequena propriedade próxima ao Chameleon Village Lion Park, em Hartbeespoort, norte de Joanesburgo, ficaram furiosos e acordaram seus tutores nas primeiras horas. 

Os caçadores fugiram quando ouviram os latidos e os gritos dos guardas do parque que correram para checar os leões, mas encontraram quatro dos seis animais mortos. O responsável pelo parque, Hennie Pio, disse: “Eu cuidei desses leões por 11 anos e dei mamadeira a três deles com minha esposa e o ódio que sinto por quem fez isso é enorme”. 

Após o ocorrido, outros quatro leões conhecidos como Orgulho de Rietvlei foram envenenados e tiveram suas patas e mandíbulas cortadas por caçadores furtivos que atacaram a Reserva Natural de Rietvlei a 64 quilômetros de distância, em Pretória. A reserva é uma das maiores do mundo e sua segurança foi violada. 

O guarda florestal Bradden Stevens ficou perturbado quando foi chamado para examinar os corpos encharcadas de sangue dos quatro grandes felinos que ele havia dedicado quase uma década de sua vida a proteger. 

Fonte: Anda, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.