Assine

National Geographic explica a importância das abelhas sem ferrão

A espécie em risco de extinção, é peça fundamental para o ecossistema

Conhecidas pela produção de mel, cera e própolis, a espécie que se alimenta do néctar e do pólen coletado nas flores possui uma função essencial para o funcionamento de todo o ecossistema na Terra. Ao carregar a substância, a abelha ajuda as plantas a gerar frutos e sementes, principalmente a abelha sem ferrão.

De acordo com levantamento feito pela National Geographic, o trabalho efetuado por essa pequena espécie, equivale a 1/3 de tudo o que a humanidade consome na alimentação diária. Em questões financeiras, só a polinização movimenta até 577 bilhões de dólares por ano.

Como pauta muito recorrente nos dias de hoje, as espécies de abelhas correm sérios riscos de extinção, e a população das sem ferrão, principalmente, segue diminuindo de maneira drástica. Como causa, é levantado dois grandes agravantes, a monocultura e os agrotóxicos. 

Por meio da monocultura, regiões são desmatadas e os animais perdem habitat e comida, como as colmeias nas árvores e/ou os ninhos que constroem no solo. Já os agrotóxicos, fazem com os animais fiquem desorientados e percam o rumo da colmeia, além de desenvolverem deformidades no corpo, como tamanho diferente das asas e atrofia de órgãos. 

Na intenção de conscientizar a população perante a importância do animal, o veículo indica algumas pequenas ações que podem ajudar na preservação da espécie, como disponibilizar ninhos de abelhas solitárias, pequenos buraquinhos em retalhos de madeira, ou deixar tocos espalhados pelo quintal para que mamangavas escavem seus ninhos; Aumentar o consumo de produtos das abelhas, principalmente das sem ferrão; Plantar árvores e flores, a ação oferece recursos para que elas coletem néctar e pólen; Evitar alimentos de monocultura e com agrotóxicos, entre outros disponíveis no site. 

Fonte: National Geographic., adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.