Assine

Os braquicefálicos podem apresentar problemas gastrointestinais

Veterinários devem avaliar o desconforto respiratório dos pets

“Relação entre síndrome das vias aéreas braquicefálicas e sinais gastrointestinais em três raças de cães” foi tema de um estudo que avaliou a prevalência específica da raça e os efeitos da cirurgia de via aérea corretiva sobre sinais gastrointestinais em buldogues franceses, buldogues ingleses e pugs, apresentando síndrome da via aérea braquicefálica. 

O médico-veterinário especializado em Nefrologia e Urologia, Gastroenterologia e Hepatologia e vídeo cirurgia, Renato Flaquer Rocha, declara que os problemas gástricos surgem pelo fato de o animal não conseguir respirar corretamente. “A falta de oxigenação e dificuldade respiratória faz com que o animal tenha engasgos ao comer e beber, levando a regurgitação e vômito crônico, podendo causar até hérnia hiatal, esofagite e gastrite, pela grande frequência de episódios de refluxo”, explica. 

Ainda segundo Rocha, o trabalho indica que a diminuição da pressão intratorácica durante a inspiração contra uma via aérea insuficientemente aberta pode induzir o refluxo do conteúdo gástrico para o esófago, fazendo desse mecanismo responsável por alguns sinais gastrointestinais observados: “Vômito, regurgitação, além de pneumonia e, também, o aumento da produção de saliva e gases, devido à ingestão excessiva de ar”, enumera. 

A reportagem está disponível na íntegra na edição nº 233 da C&G VF. Leia aqui

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.