Assine

Otites devem ser prevenidas em cães e gatos mesmo no inverno

Pets com o problema balançam a cabeça com frequência e a mantém inclinada

Algumas doenças podem aparecer de forma mais frequente no inverno, como o caso das alterações respiratórias, podendo fazer com que os tutores se descuidem de problemas frequentes como as otites, conforme comenta o médico-veterinário gerente Técnico da Área de Animais de Companhia da Vetoquinol Saúde Animal, Jaime Dias.

Segundo ele, a otite é frequente em cães e gatos e pode ocorrer em qualquer época do ano. “Assim, os tutores devem ficar atentos ao aparecimento dos sintomas relacionados a esta enfermidade", diz o especialista. 

Cães e gatos com otite balançam a cabeça com frequência e/ou a mantém inclinada para um dos lados. De acordo com Dias, há coceira excessiva (prurido), a pele pode ficar avermelhada. Apresentam dor quando o animal coça ou ao toque, há presença de secreção ou excesso de cera no conduto auditivo, sempre acompanhada de mau cheiro. 

A otite é provocada por diferentes fatores, como dermatopatias, doenças endócrinas e imunomediadas, conformação das orelhas (orelhas pendulares e com pele muito pregueada), excesso de produção de cera, falta de limpeza, dentre outras, favorecendo a infecção por bactérias, fungos e ácaros. Dias destaca que a doença gera intenso incômodo e dor aos animais, o que interfere diretamente na qualidade de vida. Ele ainda explica que a otite tem tratamento, mas o ideal é preveni-la, evitando que o animal sofra seus efeitos. "O mais simples é, também, o mais importante: o tutor deve manter as orelhas do pet limpas, hidratadas e com o pH equilibrado. Ao manter a higiene do local, as chances de a otite aparecer são menores", salienta. 

No caso de ocorrer a otite, o tratamento deve incluir limpeza das orelhas, lavagem, medicamentos e, em alguns casos, procedimentos cirúrgicos – a depender do diagnóstico do paciente. "Apenas o veterinário está apto a realizar o diagnóstico. Portanto, em caso de suspeita de otite, o tutor deve procurar um profissional imediatamente", enfatiza o executivo.

A Vetoquinol oferece uma solução que auxilia na limpeza das orelhas e na prevenção das otites. Trata-se de Sonotix, que promove a limpeza de forma rápida e profunda, reequilibrando o pH, hidratando a pele e contribuindo para a manutenção da saúde das orelhas, auxiliando a prevenção da doença. Além de remover o cerúmen de modo rápido, Sonotix neutraliza o odor, devido à fragrância de limão. 

Sonotix pode ser utilizado na limpeza de rotina para manter a saúde das orelhas ou quando o animal já estiver acometido por otite, pois prepara a pele da orelha para a utilização do tratamento recomendado pelo veterinário. "Sonotix também é eficaz após a recuperação do animal, evitando o reaparecimento da otite. Outra recomendação é a utilização após o banho ou após a realização de exercícios em água", orienta Dias, adicionando que Sonotix limpa, em média, até 60 orelhas e está disponível nos pet shops em todo o Brasil.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Não oferecer cuidados básicos aos pets também é considerado abandono

Chocolate: veterinária explica a toxicidade aos animais de companhia

Veterinária e estudante desmistificam: castração não é mutilação

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.