Assine

Pancreatite em felinos pode ser confundida com outras doenças

Exames de sangue e ultrassonografias podem confirmar o diagnóstico

Existem muitas dúvidas em torno do tema ‘pancreatite’, entre elas, como realizar o diagnóstico e como definir essa doença. Essas incertezas podem representar um grande desafio ao veterinário que atende felinos. De acordo com a médica-veterinária, professora assistente do curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Agronomia da Universidade de Brasília (UnB), Christine Souza Martins, a pancreatite é a desordem mais comum do pâncreas exócrino nos gatos. 

Ainda de acordo com ela, a doença nos gatos pode assumir características bem diversas, desde a anorexia e dor abdominal, vômitos, icterícia e até reações locais e sistêmicas graves, podendo levar à morte. “Pode se apresentar, também, com características de cronicidade levando até ao diabete mellitus e lipidose”, diz. 

Assim como outras enfermidades, a pancreatite pode ser confundida com outras doenças. Christine conta que, como não há sinais que sejam característicos dela nos gatos, pode se parecer com quaisquer doenças gastrintestinal, como gastrenterites e colangites. “Ou, ainda, pode causar sinais relacionados com outros sistemas, como tromboembolismo, edema pulmonar, efusões pleurais, alterações eletrolíticas e ácido-base. Podendo, também, desencadear ou complicar outras doenças como o diabete mellitus, a lipidose hepática, doença renal aguda, entre outras”, explica. 

Os exames bioquímicos do sangue podem demonstrar alterações como hipoalbuminemia, hipocalemia, hipocalcemia, hiperglicemia e hipercolesterolemia, que, quando avaliadas juntas, aumentam a suspeita da doença. “O melhor curso a seguir seria fazer uma avaliação de imagem por ultrassonografia abdominal com o objetivo de confirmar a suspeita de alteração pancreática e descartar alterações macroscópicas em outros órgãos como fígado e intestinos”, orienta. 

A reportagem completa está publicada na íntegra na edição de julho da C&G VF. Clique aqui

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.