Assine

Profissionais resgatam cobra com mais de 500 carrapatos, na Austrália

Face do animal, que estava completamente atordoado, estava inchada

Veterinários removeram mais de 500 carrapatos de uma cobra píton-carpete que estava em na piscina de uma residência na Austrália, segundo informações passadas pelo caçador de serpentes Tony Harrison. O profissional que a socorreu levou a cobra para tratamento em uma clínica de animais silvestres e, agora, o réptil passa bem. 

Carrapatos são artrópodes que se prendem a hospedeiros - humanos ou animais - para se alimentar do sangue destes. Muitas vezes eles transmitem doenças. Harrison acredita que a cobra, que foi batizada de Nike, estava tentando afogar os carrapatos na piscina. "Obviamente, a cobra estava extremamente desconfortável. Sua face inteira estava inchada e a cobra estava completamente atordoada pelos carrapatos colados em sua pele”, conta. 

Ele disse que remover os carrapatos da cobra pareceu como “segurar uma sacola de bolas de gude” movendo sob suas mãos. Cobras às vezes são atacadas por carrapatos e outros parasitas, diz o professor da Universidade de Queensland, Bryan Fry. No entanto, a presença de um grande número de parasitas indica que o animal estava, provavelmente, doente, segundo Fry, possivelmente, por conta de estresse sob o calor ou condições de seca. "Claramente é um animal que estava enfermo para ter suas defesas naturais tão derrubadas. Duvido que teria sobrevivido se não tivesse sido removida e tratada”, opina. 

Mais tarde, Harrison compartilhou que Nike estava sofrendo de uma infecção, mas já estava melhor. "Nike está mais enérgico hoje", disse Harrison em um vídeo compartilhado na página dos caçadores de cobras de Gold Coast e Brisbane. "Mas ele vai ser um paciente de longo prazo no santuário Currumbin Wildlife até que esteja bem o suficiente para ser solto", adicionou. 

Fonte: BBC, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.