Assine

Projeto visa combater envenenamento de animais selvagens

Iniciativa, apresentada em Portugal, objetiva acabar com o crime ambiental

O projeto Life + Nature Guardians foi apresentado neste mês em Portugal e representa uma iniciativa que envolve entidades portuguesas e espanholas, que irão trabalhar com entidades governamentais e judiciais em Portugal e Espanha para combater o envenenamento de animais selvagens e outros crimes contra o ambiente. 

A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), que está envolvida no projeto, explica que a iniciativa pretende trabalhar de perto com os intervenientes nos processos de combate ao crime contra o ambiente: desde as equipes de prevenção e investigação no terreno até aos magistrados a quem compete deliberar sobre estes casos em tribunal. 

O representante da Sociedade Espanhola de Ornitologia (SEO/BirdLife), David de la Bodega, sublinha: “O nosso objetivo com o projeto Life Nature Guardians é melhorar a eficácia das ações destinadas a combater os crimes contra o ambiente na Península Ibérica e no resto da UE, além de aumentar os meios e capacidades de todos aqueles que são ‘Guardiões da Natureza’”. 

No âmbito desta iniciativa, a SPEA irá apoiar o trabalho das autoridades competentes, nomeadamente por meio de ações de formação específicas. “O projeto passa, ainda, pela colaboração entre conservacionistas e autoridades para criar e implementar procedimentos que permitam dar uma resposta mais rápida e eficaz a casos como os incidentes de poluição no Tejo de agosto passado ou o envenenamento de espécies protegidas como os britangos encontrados mortos em pleno Parque Natural do Douro Internacional, noticiado em novembro”, acrescenta a SPEA. 

O projeto Life+ Nature Guardians decorrerá até 2022 e suas ações em Portugal serão financiadas em cerca de 250 mil euros, provenientes do programa LIFE da União Europeia e do Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e da Transição Energética. 

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.