Assine

Sacavet se reafirma como um dos principais eventos de Medicina Veterinária

Semana é organizada durante um ano e proporciona conhecimento aos visitantes

Cláudia Guimarães, da redação

claudia@ciasullieditores.com.br

Uma faculdade renomada, uma semana acadêmica de sucesso, com profissionais bem quistos pela comunidade veterinária brasileira. Talvez essa seja uma descrição que se aplique à Semana Acadêmica Veterinária (Sacavet), da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP). A XXIX Sacavet ocorreu de 13 a 18 de abril e ainda teve um pré-evento nos dias 06 e 07.

A equipe C&G VF acompanhou alguns dias do encontro e repassou os principais detalhes do cronograma em suas redes sociais e, agora, você confere uma entrevista exclusiva com a presidente desta edição da Sacavet, Marina Pelegrino da Silva. Ela conta que a organização de uma nova edição começa assim que a edição anterior acaba. “Foi um ano inteiro com foco na semana, com toda a equipe da turma 81 da FMVZ-USP organizando”, declara.

Marina já tinha participado da organização de um simpósio do Grupo de Estudos de Animais Selvagens (GEAS), que acaba sendo uma área pela qual ela mais se interessa, e também participou do Centro Acadêmico da USP. “Eu era diretora do Departamento de Cursos e, dentro dele, organizei um curso sobre pets não convencionais e um simpósio sobre Saúde Única”, relembra e ainda adiciona: “Ao longo da graduação, fui adquirindo experiência organizando esses eventos até que chegou ao ponto de me candidatar a ser presidente da Sacavet e aconteceu”.

saca2019
A Sacavet convida palestrantes de destaque, como é o caso do
veterinário Pedro Horta, para as apresentações (Foto: C&G VF)

Mas nem só de um organizador se faz um evento. Marina revela que a graduação da FMVZ dura 5 anos, em período integral, sendo das 8h às 18h, com a mesma turma, o que acaba intensificando a convivência entre colegas e isso é um fator muito importante para a organização do evento. “A Sacavet trouxe memórias de experiências que tivemos em Pirassununga, por exemplo. Sempre fomos muito unidos e, sem o apoio e suporte deles, eu não teria conseguido coordenar o evento. Eles foram fundamentais. Ao longo, existiram problemas e algumas divergências, mas acredito que isso aconteça em qualquer lugar. O importante é que soubemos superar. Estamos recebendo muitos elogios e isso se dá ao trabalho em equipe”, comemora.

Cursos. Os temas para compor a grade de palestras são escolhidos, prioritariamente, pelas áreas de interesse da comissão organizadora e dos demais alunos da faculdade. “Já existe uma tradição de cursos que sempre acontecem, pois são temas que nunca saem de moda e as pessoas têm interesse, como, por exemplo, Medicina Felina e, então, o mantemos no decorrer das edições. Outros cursos existiam, mas, por perda de interesse das turmas, acabam não acontecendo mais e, assim, são substituídos por novos”, expõe.

Mas Marina frisa que o mérito da realização dos cursos não se concentra apenas nos alunos, já que eles sempre contam com o auxílio de um professor orientador. “Tentamos ir atrás de um professor que seja renomado naquela área e que tenha certa familiaridade com o tema. Com a ajuda desses orientadores, tentamos elaborar uma grade. Ou seja, é mais um trabalho em conjunto”, compartilha.

Com tudo pronto e em pleno funcionamento, Marina afirma que a palavra ‘vanguarda’ traduz o que a Sacavet quer ser para os participantes. “Acreditamos que nossa semana acadêmica é sempre vanguardista, então tentamos trazer os temas mais atuais, bem como palestrantes de destaque, a fim de levarem esse conhecimento para as pessoas. Algo que sempre discutíamos em nossas reuniões era ‘vamos montar cursos que sejam vanguardistas’, para que consigamos trazer o que há de mais novo, tanto para os alunos quanto para os profissionais. Somos uma semana acadêmica da USP e acho que isso é esperado de nós”, pondera.

Concluída com sucesso. Após este ano de altos e baixos comandando a organização da XXIX Sacavet, Marina espera que as pessoas tenham aproveitado o evento. “Foi difícil organizar, principalmente, porque somos alunos de graduação. Acho importante frisar isso porque, em alguns momentos, somos muito cobrados pelo público de fora como se fôssemos algo profissional e não somos. Temos que dividir nosso tempo entre organizar a semana, ter nossa vida pessoal, lidar com a graduação, fazer iniciação científica, participar de grupo de estudos etc.”, enumera.

Mas, como sempre, o esforço vale a pena e a presidente do evento se sente feliz pelo fato de as pessoas enxergarem a Sacavet como um congresso a nível profissional. “Também espero que, caso existam falhas, os participantes compreendam que estamos na graduação e que saibam que não é nosso objetivo tornar o evento mais focado no mercado. Nossa meta é adquirir experiência organizando eventos, conhecer palestrantes, aprofundar nosso conhecimento nas áreas de nosso interesse e proporcionar boas experiências aos demais”, finaliza.

A XXX Sacavet já tem data marcada: será de 04 a 09 de abril de 2020. Em breve, a C&G VF te traz mais detalhes. Confira mais algumas declarações da presidente:

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.