Assine

Segundo estudo, canabidiol auxilia nos sintomas da artrite canina

De acordo com a pesquisa, nove de dez cães apresentaram melhora com o CBD

A fim de compreender a eficácia do canabidiol (CBD) na melhora da qualidade de vida dos cães diagnosticados com artrite, investigadores da Baylor College of Medicine no Texas elaboraram um novo estudo. De acordo com a análise, a substância auxilia na melhora significativa do problema.

Para a realização do estudo, os cientistas mediram o efeito do CBD nas respostas imunológicas associadas à artrite em células humanas e em células murinas, cultivadas em laboratórios e ratos-modelo, o que resultou na redução da produção de moléculas inflamatórias e imunitárias ligadas à artrite.

De acordo com o professor de investigação no Departamento de Patologias e Imunologia da Baylor, os resultados encontrados foram encorajadores. “Nove dos dez cães apresentaram benefícios com o CBD, que permaneceram durante duas semanas após a interrupção do tratamento. Não detectámos alterações nos marcadores sanguíneos que medimos, sugerindo que, nas condições do nosso estudo, o tratamento parece ser seguro”, afirmou.

Ao longo da produção da pesquisa que contou com 20 cães do Sunset Animal Hospital, em Houston, os tutores receberam aleatoriamente frascos de medicamentos com CBD lipossomal ou placebo. No entanto, nem o cuidado e nem o veterinário sabiam qual tratamento cada animal estava sujeito.

O tratamento durou quatro semanas, onde veterinário e os tutores reportavam quaisquer alterações a nível de dor nos animais, tais como alterações relacionadas com a corrida ou a marcha. Além disso, foi realizada a contagem de células sanguíneas e a análise das funções hepáticas e renais antes e depois do tratamento.

“Estudamos os cães porque as provas experimentais mostram que os modelos espontâneos de artrite, particularmente em modelos caninos domesticados, são mais apropriados para avaliar tratamentos da dor da artrite humana do que outros modelos animais”, contou o médico-veterinário,  acrescentando que “as características biológicas da artrite em cães assemelham-se muito às da condição humana”.

Ainda segundo os investigadores da pesquisa, publicada na revista PAIN, tais resultados podem abrir caminho para o estudo dos efeitos do CBD nos seres humanos.

Estudos como este contribui para a dismistificação do uso da canabis medicinal, assunto que foi capa da edição de maio  C&G VF, confira a reportagem neste link. 

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.