Assine

Special Dog Company visa ter 30% de mulheres em liderança até 2025

Empresa ingressou no programa Equidade é Prioridade, da Rede Brasil do Pacto Global, com o apoio da ONU Mulheres Brasil

Igualdade de gênero faz parte das políticas da Special Dog Company e a empresa deu mais um passo nesse quesito: acaba de aderir ao programa Equidade é Prioridade, desenvolvido pela Plataforma Ação pelos Direitos Humanos, da Rede Brasil do Pacto Global, com o apoio da ONU Mulheres Brasil (Princípios de Empoderamento das Mulheres-WEPs). Com a adesão, a empresa firma o compromisso de ter, no mínimo, 30% de seus cargos de alta liderança ocupados por mulheres até 2025.

“A equidade de gênero ainda é um tema relativamente novo dentro das empresas, portanto, estamos em busca das informações e ferramentas disponíveis para avaliar o nosso público”, comenta a coordenadora de Compras de Matéria-Prima da empresa, Evelyn Hendrikx Soave, que contará com o apoio de outros profissionais para coordenar o programa dentro da empresa: a gerente de RH, Fabia Azevedo de Carvalho Lima, e o gerente de Desenvolvimento Sustentável, João Paulo Camarinha Figueira.

Durante os próximos 12 meses, os três profissionais serão capacitados pela Sense-Lab, consultoria contratada pela Rede Brasil do Pacto Global, em parceria com a ONU Mulheres, para que possam evoluir com esse importante compromisso. “Dar mais protagonismo às mulheres significa aproveitar ainda mais as qualidades e características femininas em posições de liderança e, consequentemente, transformá-las em mentoras de futuras líderes também”, completa a coordenadora.

Além da Special Dog Company, outras 13 empresas assinaram a carta de compromisso: AP Brasil, Blend Edu, Eletrobras, Falconi, Fundação Dom Cabral, Furnas, Inoar Cosméticos, Stocche Forbes, Grupo Boticário, Uber, Talenses Group, VLI e Pepsico.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

WSAVA elege a primeira mulher como presidente da Associação

Metamorfose ambulante: professor deve se reinventar para ensinar

Saúde mental: prestando atenção na sua, doutor?

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.