Assine

Tratamento à base de laser passa a ser utilizado no atendimento de silvestres

Segundo Instituição, ferramenta acelera o processo de cicatrização e combate infecções

Ao pensar em como reduzir o período em que animais silvestres passam em recuperação após serem resgatados, o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em Belo Horizonte, está utilizando um novo tratamento de cicatrização. Ferramenta à base laser é novidade no País.

De acordo com o Centro de Triagem, o tratamento oferecido pela novidade, além de acelerar o processo de cicatrização, combate infecções. “O uso do laser favorece a cicatrização, estimula as células a cicatrizarem mais rápido, então você diminui o tempo que aquele animal está em tratamento e você também diminui o tempo de manipulação do animal”, explica a médica-veterinária da instituição, Érika Procópio.

Para a analista ambiental do Ibama, Laerciana Silva de Souza Matos, o tratamento chegou no momento certo e é um sinal de economia para a gestão do centro de triagem. Segundo ela, o Ibama tem gastos com os medicamentos e manutenção dos animais, que com o laser é reduzido.

Fonte: G1, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

CONFIRA TAMBÉM:

Animal Planet transmitirá especial sobre a vida selvagem

Polícia rodoviária prende traficantes de animais selvagens em São Paulo

Pará desenvolve centro de reabilitação para animais silvestres 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.