Assine

Tutores não tratam problemas de comportamento dos gatos

Estudo ainda analisa percepção sobre medicamentos psicoativos

Apesar de terem consciência dos problemas comportamentais de seus felinos, são poucos os tutores de gatos que procuram ajuda de profissionais para este tipo de indícios. 

A conclusão é de um estudo publicado na revista científica Journal of Feline Medicine and Surgery e que teve como objetivo estudar a percepção dos proprietários de gatos em relação à utilização de medicação psicoativa e de produtos alternativos para o tratamento de problemas comportamentais. 

No âmbito deste estudo, os investigadores criaram um inquérito on-line para perceber qual a experiência dos tutores de gatos dos EUA em relação aos problemas comportamentais de seus pets, familiarização com medicação psicoativa e níveis de conforto em relação à utilização de tratamentos alternativos para estes problemas. 

Os resultados revelaram que, apesar de estarem conscientes dos problemas comportamentais dos gatos, poucos tutores procuraram ajuda para isso, com apenas metade revelando que sabe da existência de medicamentos psicoativos para tratar problemas comportamentais em gatos. 

Além disso, os tutores que já tinham recorrido a medicação psicoativa para tratar os gatos revelaram estar mais confortáveis com medicação alternativa, nomeadamente feromonas e canabidióis. Saiba mais detalhes.

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.