Assine

Vida de cão é salva por conta de crânio impresso em 3D

Veterinários americanos salvaram o animal com o auxílio da tecnologia

Em uma cirurgia pioneira na América do Norte, realizada em setembro de 2018, veterinários dos Estados Unidos e Canadá utilizaram uma parte de um crânio impresso em 3D para salvar a vida de um cão. 

A cadela Patches desenvolveu, há alguns anos, um tumor no topo de sua cabeça, que cresceu a ponto de invadir sua cavidade ocular e pressionar o seu cérebro. A cirurgiã oncologista da Universidade de Guelph, no Colégio Veterinário de Ontario, Michelle Oblak, junto da colega veterinária Galina Hayes, realizou a cirurgia que precisou escavar cerca de 70% do crânio do animal. 

Para cobrir essa abertura, elas utilizaram uma peça de titânio impressa em 3D que encaixou como se fosse uma peça de quebra-cabeças. “A tecnologia cresceu tão rapidamente e poder oferecer essa placa, personalizada e de ponta, em um dos nossos pacientes caninos foi realmente incrível”, disse Michelle. 

Em seu campo de pesquisa, a doutora analisa o desenvolvimento de doenças caninas como modelo para câncer em humanos. Isso significa que, no futuro, há uma possibilidade de utilizar os mesmos moldes de impressão em 3D em pessoas. "Na Medicina Humana, há um atraso no uso da tecnologia disponível, enquanto a regulamentação do setor se atualiza”, declarou. 

Ao realizar esses procedimentos nos pacientes, é possível fornecer informações valiosas que podem ser utilizadas para mostrar o valor e a segurança desses implantes para humanos. “Esses implantes são o próximo grande salto na medicina personalizada, que permite que cada elemento do atendimento médico de um indivíduo seja especificamente adaptado às suas necessidades específicas", finaliza. 

Fonte: Terra, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.