Assine

Zoológico Municipal de Guarulhos socorre gambás agredidos

Números de atendimento crescem na primavera, período de procriação da espécie

Responsável pelo cuidado de inúmeros animais que necessitam de auxílios específicos, a área restrita do Zoológico de Guarulhos, no Jardim Rosa de França, atualmente abriga cerca de 40 gambás, vítimas de agressões humanas e ataques de cães. O crescente número de exemplares da espécie que chegam à instituição aumentam na primavera, época de reprodução do animal.

De acordo com a veterinária Hilary Hidas, os ataques ocorrem por uma confusão gerada pela aparência do marsupial. “Comumente confundidos com ratos, os gambás são marsupiais, grupo no qual as mães possuem uma bolsa, onde carregam os filhotes em desenvolvimento. Por conta disso, as mamães gambás ficam mais lentas e susceptíveis a ataques, armadilhas, e a acidentes como atropelamentos”, explica.

A espécie é conhecida por ser inofensiva, porém muito assustada, o que pode passar a impressão de agressividade. Os gambás possuem grande importância no ecossistema, já que se alimentam de insetos, escorpiões e cobras, o que auxilia no controle populacional dessas espécies, e frutas, dissipando sementes.

Segundo a equipe do zoológico, que reabilitam os animais para que possam ser devolvidos à natureza, é extremamente importante a colaboração popular na proteção do animal, muito importante para o ecossistema e biodiversidade. 

Fonte: Guarulhos Hoje., adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.