Assine

Pesquisa mostra que 61% dos tutores consideram pets como parte da família

Grande parte dos tutores opta por itens que vão além do básico para o pet

Alimentação saudável, saúde e conforto para dormir são os principais cuidados dos donos com seus animais de estimação. A conclusão é resultado de uma pesquisa realizada com internautas, divulgada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Segundo a enquete, somente 8% associam seus pets às despesas financeiras. 

Ao todo, foram entrevistadas 1.406 pessoas, sendo 796 para saber o percentual dos que possuíam animais de estimação e 610 para identificar as suas características. Em todas as capitais, 61% dos donos ou os responsáveis pela manutenção de pets revelaram que consideram seus pets como um membro da família. Os cuidados com bem-estar demandam, em média, R$ 189 mensais, valor que pode chegar a R$ 224 no caso de consumidores das classes A e B. “O tratamento humanizado dos pets abre inúmeras oportunidades de negócios e evidencia a força de um mercado bilionário que deve se diferenciar ainda mais nos próximos anos”, afirma o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior. 

familia_2
Os que moram em casas correspondem a 77%
da amostra e os que moram em apartamentos
equivalem a 23% (Foto: reprodução)

De acordo com o levantamento, 33% dos donos de pets informaram que na hora das compras os consumidores sempre optam por itens que vão além do básico e 21% nunca deixam de incluir algo para seus animais de estimação por falta de dinheiro. Os produtos mais adquiridos para os cuidados com cães ou gatos são rações (88%), shampoos e condicionadores (57%), petiscos (52%), medicamentos e vitaminas (50%) e brinquedos (44%). Dos entrevistados, 52% informaram que só alimentam seus animais de estimação com rações da linha premium, em especial os entrevistados das classes A e B (62%). 

Além disso, 21% dos entrevistados informaram que oferecem comida natural, feitas especificamente para os cães e gatos. Entre os serviços utilizados com mais frequência estão vacinas (63%), idas ao veterinário (44%) e banhos em pet shop (37%). Também merecem destaque os tratamentos estéticos (13%), os gastos com passeadores de cachorros (13%), além de tratamentos dentários (9%) contra obesidade (8%), acompanhamento comportamental (8%), adestramento (7%) e idas a creches (7%). 

Em relação os produtos e serviços que gostariam de adquirir, mas não o fazem por falta de condições financeiras, os entrevistaram citaram planos de saúde (33%), serviços de spa (23%), assinaturas mensais de caixas com brinquedos (20%) e idas mais frequentes ao veterinário (20%). 

Quanto ao perfil dos internautas donos de animais de estimação, a pesquisa revela que 50% são mulheres e 50% de homens; 54% pertencem às classes C, D e E e 46% às classes A e B. A maioria tem idade entre 25 e 44 anos (58%). Os que moram em casas correspondem a 77%, os que moram em apartamentos equivalem a 23% da amostra. Os que compraram o animal de estimação somam 32% da amostra, 45% ganharam seu pet de presente e 42% resolveram adotar um animal. Neste caso, 27% pegaram o animal abandonado ou perdido na rua e 13% em uma instituição especializada.

Fonte: SNA, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.