Assine

Presidente do CFMV aponta futuras mudanças com nova gestão

Código de ética está entre os tópicos a serem revisados

Tendo inovação e transparência como mote, o novo presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV, Brasília/DF), Francisco Cavalcanti de Almeida, garante mudanças significativas para a gestão 2017-2020. 

Na visão de Almeida, o Brasil se encontra em uma fase de renovação de seus líderes para a construção de novos valores com foco na responsabilidade, transparência e moralidade. Para dirigir o Conselho, ele garante que não será diferente e que terá uma equipe que irá prezar pelo respeito e princípios éticos e profissionais. “Nossa luta será por regionais fortalecidos que consolidem o CFMV na formação de um sistema realmente integrado. Há muito a se fazer”, avalia. 

O presidente acredita que algumas mudanças são essenciais e, para isso, está com algumas propostas para sua gestão. Para o fortalecimento das regionais, como ele citou, o CFMV tentará criar um fundo para aplicação em projetos de infraestrutura e outras necessidades institucionais dos conselhos regionais. “Além disso, pretendo fazer licitações nacionais de produtos ou serviços de interesse de todos, melhorar o atendimento a essas sedes e reforçar parcerias”, aponta. 

almeida
Presidente afirma que o Sistema
é de todos (Foto: C&G VF)

Para defender os interesses das classes, Almeida separou algumas ações que julga eficazes, como criar uma assessoria política para defender, no Congresso Nacional, os assuntos de interesse da Medicina Veterinária e da Zootecnia. “Também quero atuar politicamente para a revisão dos marcos regulatórios das profissões e na regulamentação de cursos de auxiliar de médico-veterinário”, promete. 

Como inovação, passando para a tecnologia, Almeida revela que o desenvolvimento de uma plataforma de serviços e demais mecanismos que integre o sistema e possibilite alguns materiais on-line para profissionais, como anotação de responsabilidade técnica, inscrições, registros, emissão de boletos, entre outros, está entre os planos. 

O presidente ainda visa investir em comunicação, integrando as assessorias de imprensa, inserindo a identidade da Zootecnia no plano de marketing e capacitando todos os colaboradores do sistema para melhorar o atendimento aos profissionais. 

Outro assunto sempre mencionado pelo setor é a atualização de resoluções do CFMV, as quais o novo presidente afirma que vai rever as normas vigentes e editadas, especialmente aquelas relacionadas à normatização do exercício das profissões, a fim de buscar sua adequação e atualização. “Também devemos revisar os códigos de ética e processos de julgamento ético”, adiciona. 

Para saber mais detalhes sobre o novo mandato do Conselho, leia a entrevista do mês com o presidente.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.