Assine

Processo de fabricação de Optimum reforça qualidade dos alimentos

Revista C&G VF acompanhou a produção do primeiro lote do novo produto Mars

Cláudia Guimarães, da redação

claudia@ciasullieditores.com.br 

O processo de fabricação de alimentos para cães e gatos envolve equipamentos de alta tecnologia, mecanismos robotizados, ingredientes e mão de obra capaz de entregar um produto de boa qualidade ao mercado. No entanto, a Mars Incorporated (Mogi Mirim/SP) conta com um item a mais: a paixão pelo trabalho. 

A C&G VF acompanhou um dia de fabricação do primeiro lote da nova linha de alimentos úmidos que a empresa está trazendo para o Brasil, chamada Optimum. 

optimum
Mars garante a qualidade do alimento
em primeiro lugar (Foto: C&G VF)

A produção se inicia desde a recepção das matérias-primas para a confecção do alimento. “As carnes são recebidas e armazenadas em câmara fria, de acordo com os padrões de temperatura estabelecidos”, destaca o gerente de Manufatura de Alimentos Úmidos, Renato Fernandes. Ele conta que, de acordo com as receitas a serem produzidas, o sistema indica quais carnes devem ser utilizadas e essas são conduzidas por roscas transportadoras até o misturador. “Nesta fase, são adicionadas todas as vitaminas, sais minerais e demais ingredientes ao produto”, explica. 

Depois disso, a mistura é homogeneizada e segue para o forno, onde ocorre o processo de cozimento a vapor. Em seguida, os pedaços são cortados no formato ideal em função da espécie (cão ou gato) e, também, levando em consideração o porte. “Os pedaços são conduzidos para as enchedoras, onde ocorre a dosagem de molho e a selagem, de forma a garantir a estabilidade do alimento”, menciona. 

Fernandes esclarece que, uma vez selado, o produto vai, então, para as autoclaves e passa pelo processo de esterelização, o que garante a qualidade do alimento para consumo do pet, além do frescor e estabilidade durante todo o tempo de vida de prateleira do ponto-de-venda. “No fim do processo, é feita a embalagem secundária e a montagem dos pallets, para que o produto possa ser entregue em todos os locais do Brasil”. 

Segundo a especialista em Pesquisa & Desenvolvimento de Alimentos Úmidos da Mars, Amanda Costa, o trabalho de seleção de matérias-primas é criterioso, seja para a escolha dos fornecedores ou para a validação das matérias-primas. “Isso porque ambos são fundamentais para alcançarmos a qualidade máxima de nossos alimentos. Temos profissionais que trabalham, exclusivamente, com o desenvolvimento contínuo de fornecedores, onde realizamos visitas e auditorias periódicas e, por isso, mantemos mais do que uma relação comercial, firmamos parcerias”, salienta.

Renato Fernandes
O gerente de Manufatura de Alimentos Úmidos, Renato Fernandes,
explicou todo o processo de fabricação (Foto: C&G VF)

Além desse trabalho, Amanda conta que as matérias-primas são analisadas antes de entrarem na fábrica. “Uma amostra do lote de cada ingrediente recebido é coletada e analisada em nosso laboratório”, diz. 

Ainda sobre os critérios de fabricação, Amanda declara que existem vários controles que possibilitam uma gestão de segurança do alimento na planta da fábrica. “Temos implementado o sistema Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (Appcc), que determina todos os pontos críticos que devem ser monitorados, e o Programa Boas Práticas de Fabricação, que nos permite realizar, constantemente, avaliações das condições necessárias para um ambiente totalmente seguro”, explica. Além disso, ela menciona que a empresa mantem os padrões estabelecidos pelo time global de segurança de alimentos. “Dessa forma, garantimos qualidade desde nossos fornecedores até o destino final dos nossos produtos. Isso tudo porque qualidade é nosso princípio número 1 e levamos isso muito a sério”, destaca. 

O gerente Renato Fernandes revela que o material da embalagem de Optimum é importado de um fornecedor certificado globalmente pela Mars. “Este fornecedor assegura que temos todas as condições de processo necessárias para garantir a segurança do produto ao longo dos dois anos de validade”, menciona o profissional. “Essas condições vão desde a garantia da hermeticidade do produto, até barreiras de migração da embalagem e do ambiente externo para o alimento”, completa Amanda. 

amanda costa
Amanda Costa destaca os controles que possibilitam a
gestão de segurança do alimento (Foto: divulgaçã0)

A profissional descreve que, depois de prontos, os alimentos úmidos são embalados em sachês e separados em caixas, como pode ser visto no ponto de venda. “Uma vez que os pallets dessas caixas são formados, tanto os alimentos úmidos quanto os alimentos secos são armazenados em nosso centro logístico de distribuição interna. A partir daí, os produtos são expedidos para todo o Brasil e para alguns países da América Latina”.

Optimum foi desenvolvido para garantir e oferecer aos cães e gatos a nutrição completa que necessitam. Para saber mais sobre o produto, acesse a edição de junho da C&G VF.

linha optimum
São três versões destinadas aos
cães e quatro para gatos (Foto: divulgação)
peso optimum
Cada detalhe na produção de Optimum e de outros produtos
é realizado com responsabilidade (Foto: C&G VF)
fabricacao
Colaborador finaliza o processo do primeiro lote de Optimum (Foto: C&G VF)
armazenamento optimum
Já embalado, primeiro lote do produto na fábrica brasileira está pronto para distribuição (Foto: C&G VF)

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.