Assine

Realização anual de exames é fundamental para qualidade de vida do pet

Hemograma, bioquímica serica e eletrocardiograma estão entre os principais

A saúde dos pets depende de uma série de fatores combinados. Os cuidados precisam ser constantes, e o acompanhamento veterinário pode ser o diferencial. Os exames preventivos podem captar com antecedência a possibilidade do desenvolvimento de alguma enfermidade, até as mais comuns, como as anemias.

Para essa prevenção, a médica-veterinária do Hospital Veterinário Cão Bernardo, Carolina Ferreira, aponta que alguns exames são necessários todos os anos, como o hemograma, bioquímica serica (que avaliação de função renal, fígado, glicemia, colesterol, proteínas) e o eletrocardiograma, já que previnem doenças como anemias, insuficiências renal e hepática, diabetes e insuficiência cardíaca.

A ida até o médico-veterinário para a realização destes exames exige também uma preparação prévia. Isso porque, os cães e gatos podem se estressar com todo o processo, principalmente nos exames mais invasivos, como a endoscopia. Essa última avaliação e o exame de sangue exigem estômago vazio e um jejum do pet de 12 horas.

cachorro_exame
Laboratórios precisam estar atentos a surtos
e ao aumento da incidência de doenças para trabalhar
em conjunto com os órgãos públicos (Foto: reprodução)
Para aliviar essas sintomáticas no animal, o ideal é que o tutor possa acompanhar o pet durante os exames. “A insegurança e o estresse podem deixá-lo agitado e complicar o processo. Antes de exames sanguíneos é necessário que o animal esteja em jejum alimentar”, explica Ferreira.
Local especializado. As avaliações devem ser realizadas em centros de análises clínicas próprios para animais, com profissionais capacitados para o processamento destas amostras e com divisórias entre cães e gatos. Os laboratórios veterinários são uma ferramenta importante para pesquisa de doenças infecciosas e zoonoses.
A importância desses centros especializados é fundamental, principalmente, devido à presença de matas muito próximas a grandes centros urbanos, fato que dificulta o controle dessas doenças na população em geral.

Fonte: AI., adaptado pela equipe Cães&Gatos.

 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.