Assine

Tartaruga é opção simples para quem deseja um pet de fácil manejo

Ração, frutas, vegetais e insetos podem compor a alimentação do animal

Na hora de escolher um animal de estimação, é difícil encontrar um pet que agrade e que conte com um espaço adequado em casa. A adoção de um animal requer tempo e cuidados para que ele viva de maneira saudável e feliz. 

Pensando nos cuidados e principalmente para quem não tem muito tempo para dedicar ao seu pet a tartaruga pode ser uma ótima opção, inclusive, para crianças. Elas dão pouco trabalho, são comportadas e não exigem atenção a todo momento. 

tartaruga
Os insetos têm alto teor de proteína, ácidos graxos
e minerais de alta digestibilidade (Foto: divulgação)

Existem dois tipos de tartarugas que são criadas para comercialização e tem autorização do Ibama: a tartaruga Tigre D’Água, mais conhecida como cágado, e o Jabuti. A primeira é um quelônio de água doce que, geralmente, possui o casco mais achatado. Já o Jabuti é exclusivamente terrestre, então precisa de mais espaço, é mais lento e seu casco é mais alto em relação ao de um cágado. 

A alimentação das tartarugas deve ser baseada em uma dieta balanceada com todas as vitaminas e proteínas que elas precisam. A falta de nutrientes pode causar uma série de doenças, entre elas, o raquitismo que é uma doença que deixa a casca mole devido à falta de proteínas. 

A dieta deve contar com a ingestão de ração, frutas e vegetais como cenouras, maças e mamão, além de feijão verde e espinafre. Camarões desidratados também podem ser oferecidos como um agrado ou sobremesa. Outro complemento essencial para a manutenção da proteína é a ingestão de tenébrios vivos ou desidratados. “Os tenébrios possuem 44% de proteína em sua composição, tem alto teor de digestibilidade e é muito nutritivo. Eles devem ser colocados na água e podem estimular o instinto de caça das tartarugas, além de ser uma diversão para as crianças que vão ficar empolgadas em alimentar seu pet. Já os tenébrios desidratados podem ser oferecidos juntamente com as frutas ou a ração. Algumas tartarugas se alimentam de grilos e baratas também”, explica o engenheiro agrônomo e proprietário da Safari Insetos (Campinas/SP), Eduardo Matos. Para os jabutis, em especial, vale apostar nos tenébrios desidratados misturados com folhas verdes e frutas variadas.

Para as tartarugas tigres d’água o aquário precisa ter uma base para que ela fique fora da água, sem objetos pontiagudos ou até mesmo pedras muito pequenas, pois elas comem tudo o que encontram e a água deve ficar na altura dessa base. As tartarugas precisam do sol para metabolizarem as vitaminas D. Os jabutis podem viver em um espaço terrestre com gramado e pedras que pode ser delimitado com um cercadinho. Deve-se pensar em uma sombra que pode até ser uma casinha para proteção contra o sol. Neste local com sombra também deve ficar um recipiente com água. Assim como os tigres d’água, eles também precisam do sol para metabolizarem a vitamina D.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.