Assine

Tutores devem preparar seus pets para visitas a pacientes em hospitais

Companhia hospitalar dos animais contribui para a recuperação dos enfermos

Como já noticiamos aqui no portal da C&G VF, agora, cães, gatos e outros animais domésticos podem ser levados para visitar pacientes em hospitais municipais de São Paulo, por conta da lei nº 355/2017, recentemente aprovada. A iniciativa se une a hospitais privados que já abrem as portas para os pets, por considerarem que este contato contribui para a recuperação dos pacientes. 

enfermos
Alguns cuidados devem ser tomados ao
levar os animais ao hospital (Foto: reprodução)

Essa novidade pode deixar muitos tutores pensando: como preparar o animal de estimação para estas visitas? É importante lembrar que a entrada dos pets precisa ser autorizada previamente pelo hospital. No caso dos hospitais municipais de São Paulo, a comissão de infectologia da instituição decide caso a caso, baseada nos regulamentos internos, no estado de saúde do paciente e nas condições de saúde do pet. A lei exige a apresentação de um laudo do médico veterinário para a liberação. 

Segundo a gerente de Produto da Zoetis (São Paulo/SP), Fabiana Avelar, primeiramente, o tutor deve levar o animal para avaliação do médico-veterinário, que poderá explicar melhor os prós e contras de uma visita a um hospital. “Como recomendações gerais, o pet precisa estar limpo e completamente saudável. Ele deve estar com a vacinação em dia e sem pulgas ou carrapatos, entre outros parasitas”, afirma. 

A avaliação do animal é importante por dois fatores: tanto para protegê-lo de eventuais contaminações no ambiente hospitalar quanto para evitar a transmissão de parasitas e de doenças para os humanos, as chamadas zoonoses. “Na verdade, manter o animal de estimação limpo e saudável deve ser uma preocupação diária do tutor. Nos casos das visitas hospitalares, essa preocupação precisa ser redobrada, sempre visando o bem-estar do próprio pet e o daqueles com quem convive”, finaliza. 

Ainda, de acordo com a lei, para entrar nos hospitais, os animais domésticos precisam estar em caixas de transporte ou usar guias presas em coleiras. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.